Câmara abre CPI para investigar caso das cestas básicas e merenda escolar

O vereador Marcos Deichmann (Patriotas) solicitou abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar as suspeitas de irregularidades na distribuição de cestas básicas da Secretaria de Assistência Social e Habitação da Prefeitura de Brusque e merenda escolar. O caso veio à tona no final do mês passado, trazido pelo próprio governo.

Deichmann já tem as cinco assinaturas necessárias para que a CPI seja aberta, sem necessidade de aprovação em plenário. De acordo com o vereador, apesar de o Ministério Público já estar apurando o caso, é importante que a Câmara Municipal também faça uma investigação a fim de esclarecer os pontos que norteiam a suspeita. "Temos fatos novos, documentos que chegaram até nós e que justificam o pedido de CPI", afirmou o vereador, sem citar que elementos são esses.

Agora, falta a Instalação da CPI, processo que cabe ao presidente da Casa, José Zancanaro. Ele é alguns vereadores chegaram a se reunir após a sessão para falar a respeito, Mas decidiram adiar essa etapa por mais alguns dias. Assinaram o documento, pedindo a abertura da CPI, os vereadores Marcos Deichmann, Ana Helena Boos (PP), Paulinho Sestrem (Patriotas), Claudemir Duarte (PT) e Sebastião Lima (PSDB).

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões