Área Azul: tempo de tolerância pode voltar

Se reuniram na manhã desta segunda-feira (25) na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Brusque, representantes dos poderes executivo e legislativo municipal, Polícia Militar e membros da diretoria da entidade para debater adequações da “Área Azul”. Segundo o presidente da CDL Brusque, Fabricio Zen, a reunião foi muito produtiva e apresentou diversos pontos de vista essenciais para direcionar as mudanças no estacionamento rotativo de Brusque. “A suspensão temporária deve ser mantida, por pelo menos alguns dias, até que possamos providenciar a alteração no decreto de lei que regulamenta a “Área Azul”. Foi debatida a questão da tolerância de tempo para a regularização do estacionamento e inicialmente todos concordaram em verificar um tempo de tolerância. A CDL ficou encarregada de fazer um estudo para verificar a viabilidade financeira da alteração, assim como o valor das irregularidades”, explica.

Zen destaca que também será realizada de forma permanente a campanha de conscientização para auxiliar e esclarecer dúvidas da população. “Também estamos buscando a ampliação nos pontos de venda com os lojistas, para que o usuário tenha mais pontos físicos para regularização e aquisição de crédito no sistema”, ressalta. Haverá ainda uma segunda reunião na manhã desta terça-feira (26) para aprovação das alterações solicitadas e encaminhamento da solicitação ao poder público municipal para providências.

Participaram da reunião os vereadores André Rezini, Claudemir Duarte (Tuta), Jean Daniel dos Santos Pirola, Paulinho Sestrem e Sebastião Alexandre I. de Lima (Dr. Lima), o comandante do 18º BPM, tenente-coronel Otávio Ferreira Filho, o Técnico de Planejamento Urbano da SETRAM, o representante da Prefeitura de Brusque Luís Henrique Blumer e membros da diretoria da CDL Brusque.

Devido às ocorrências que se intensificaram nos últimos dias contra colaboradores da entidade, o comandante da Polícia Militar de Brusque se colocou à disposição para realizar um treinamento com os monitores sobre como proceder nesse tipo de situação e também sugeriu a criação de um grupo pelo whatsapp com o Centro de Operações da Polícia Militar de Brusque (Copom) para fortalecer a segurança da equipe.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Câmara abre CPI para investigar caso das cestas básicas e merenda escolar

O vereador Marcos Deichmann (Patriotas) solicitou abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar as suspeitas de irregularidades na distribuição de cestas básicas da Secretaria de Assistência Social e Habitação da Prefeitura de Brusque e merenda escolar. O caso veio à tona no final do mês passado, trazido pelo próprio governo. Deichmann já tem as cinco assinaturas necessárias para...
Continuar lendo...

IFC oferece 1.880 vagas em 23 cursos de Ensino Superior via Sisu

Em 2020, o Instituto Federal Catarinense (IFC) oferecerá 1.880 vagas para 23 cursos superiores de Tecnologia, Bacharelado e Licenciatura, ofertadas em 45 turmas distribuídas pelos 15 campi da instituição em Santa Catarina. Em Brusque serão 80 vagas. A seleção é válida para ingresso no primeiro e segundo semestres letivos e será realizada por meio da primeira edição do Sistema de Seleção...
Continuar lendo...

Marido agride, ameaça de morte e põe fogo nas roupas da mulher

Um homem foi preso pela polícia Militar na noite de sábado (21) em Brusque por agredir a própria esposa. O fato foi registrado por volta de 21h, no Bairro Águas Claras. Ele teria, inclusive, ateado fogo nas roupas da mulher. De acordo com a PM, a guarnição foi acionada pelo Copom (Centro de Operações da Polícia Militar) para comparecer ao endereço, onde um vizinho do casal informou que o suspeito promovia agressões...
Continuar lendo...