Animais do Zoobotânico passam por exames de rotina

O Parque Zoobotânico, em parceria com a disciplina de Clínica Médica e Cirúrgica de Animais Selvagens, do curso de Medicina Veterinária da Universidade Regional de Blumenau (FURB), recebeu, na terça-feira (20), os acadêmicos do oitavo período, acompanhados dos professores Aline Konell e Adil Salomão, para realizar atendimentos clínicos em alguns animais.

O casal de macacos Mandril, por exemplo, passou por um verdadeiro check up, onde foram realizados exames clínicos completos, avaliação dentária, ultrassom abdominal e avaliação cardíaca através de eletrocardiograma, e ultrassom cardíaco.

A bióloga do parque, Carla Molleri, explica a escolha dos macacos para receberem a avaliação. “O Mandril macho, chamado de Catuli, foi escolhido, pois, ele está no parque há 18 anos, já chegou adulto e nunca teve a oportunidade de passar por uma avaliação clínica tão completa. Nós aproveitamos para fazer também um check up na Mandril fêmea, chamada Catarina, que é filha dele e nasceu aqui no Zoo em 2010”.

Além dos macacos, uma jibóia passou por avaliação cardíaca e um tamanduá-mirim foi submetido a um exame de ultrassom abdominal.

Os procedimentos aconteceram por conta da colaboração das médicas veterinárias Ellen Lueders, especialista em Odontologia, Mariana Hoffmann, ultrassonografista, e a equipe de cardiologia veterinária da  Universidade Federal do Paraná (UFPR), que se juntaram ao Zoo para promover mais saúde e bem-estar dos animais.

“Esse tipo de atendimento é maravilhoso para os nossos animais, porque eles contribuem muito para a saúde e bem estar deles. E o resultado foi de que todos estão com excelente saúde. O Zoo fica super feliz e agradece demais o empenho de todos os profissionais e os alunos envolvidos, e principalmente a parceria com a Furb, que tem engrandecido bastante a rotina dos animais do nosso parque”, finaliza Carla.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões