Vereador Waldemiro destaca o lançamento do projeto ‘Vale Muito Cuidar’

Foi lançado na tarde desta terça-feira(19), no Salão Nobre da Prefeitura de Guabiruba, o novo sistema de coleta de lixo que começará a operar na cidade a partir do dia 1º de dezembro. O assunto foi trazido a sessão da Câmara de Vereadores nesta terça-feira. O vereador Waldemiro Dalbosco afirmou que algumas modificações devem ocorrer.

Conforme ele, uma das principais mudanças deverá acontecer na conscientização da comunidade. “O desafio vai ser a mudança de hábito do morador que deverá separar o lixo orgânico do reciclável, vai ser uma mudança de consciência, mas que será muito importante na diminuição da quantidade de lixo e no reaproveitamento desse material que era jogado fora”, frisou ele. O vereador destaca que o valor da tarifa permanecerá o mesmo de R$ 25,89. Com as mudanças no sistema de coleta, a Recicle deixa de atuar em Guabiruba em novembro e uma nova empresa, licitada via Consórcio Intermunicipal do Médio Vale do Itajaí (CIMVI), chamada HMS, irá substituí-la. 

Nova coleta

Antes do início da coleta seletiva, todas as residências de Guabiruba receberão cinco sacos de lixo específicos para o material reciclável que serão repostos depois do uso. É preciso que os moradores encontrem um local adequado para deixar esse lixo no dia da coleta. Por enquanto, os dias de coleta não sofrerão alteração, apenas com o acréscimo de um dia a mais na semana em que passará o caminhão da coleta dos recicláveis.

Vale lembrar que as embalagens devem estar devidamente limpas antes do descarte. Se essa regra não for obedecida, ela inutilizará não só a embalagem suja como comprometerá todo o restante do material com que tiver contato, prejudicando o desempenho do projeto como um todo.

Prefeitura e AMMVI irão acompanhar a evolução do projeto que, com as campanhas e ações, deverão conscientizar a população sobre o encaminhamento correto do lixo produzido em casa. Dessa forma, as pessoas poderão perceber que é possível produzir menos lixo, seja separando de maneira adequada o material reciclável, seja aproveitando o lixo orgânico para fazer compostagem, entre outras atitudes.

O lançamento realizado hoje para a imprensa no Salão Nobre da Prefeitura de Guabiruba foi apenas a primeira de muitas ações que devem ocorrer nos próximos meses com o objetivo de integrar toda a comunidade no novo sistema.

Estação de Transbordo e Ecoponto

Dois projetos que iniciam também no dia 1º de dezembro junto com a coleta seletiva são a Estação de Transbordo e o Ecoponto. A Estação de Transbordo, localizada na Rua da Independência, é o local para onde todo o lixo coletado em Guabiruba será levado e, dali partirá para Timbó.

O Ecoponto foi instalado na garagem da Prefeitura de Guabiruba, na Rua Paulo Kormann, e sua função é receber itens de descarte maiores como eletrodomésticos e móveis. É responsabilidade do cidadão levar seus objetos até o local. De lá, tudo também será levado a Timbó, onde serão realizadas oficinas de reciclagem e o que for possível de ser reformado e reaproveitado será encaminhado para doações sociais.

Tarifas

Por enquanto não haverá qualquer alteração na taxa do lixo em Guabiruba, ainda que seja implantado um dia de coleta a mais. Ao contrário, a perspectiva é de reduzir o valor da taxa já que o valor atual da tonelada de lixo coletado por mês deve cair depois da coleta seletiva em andamento. “Com três meses de funcionamento vamos ter uma noção mais exata e poderemos fazer um comparativo melhor”, completa o prefeito Matias Kohler.

Colaboração Assessoria de Imprensa da prefeitura de Guabiruba

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões