Fundação lança projetos aprovados no Fundo de Apoio à Cultura

A Fundação Cultural de Brusque promove o lançamento de três eventos aprovados pelo Fundo de Municipal de Apoio à Cultura. Com entrada gratuita, eles acontecem ainda no mês de novembro.

O primeiro projeto a ser lançado trata sobre o centenário do Padre Raulino Reitz. A solenidade acontece dia 20 de novembro, quarta-feira, no complexo de Azambuja, iniciando às 19h com uma santa missa em ação de graças pela vida e obra do padre Raulino.

Em seguida, no teatro do Seminário de Azambuja, acontece a abertura da exposição e lançamento do livro Flagelo da Malária em Brusque, do autor Aloisius Lauth. Encerrando a noite, às 20h30, haverá a conferência Em Defesa das Florestas Brasileiras, com o professor Lauro Bacca, mestre em Ecologia pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

O padre Raulino Reitz foi um grande botânico, reconhecido nacionalmente por sua obra e também por seu estudo sobre a malária e bromélias. Além disso, ele também foi superintendente e presidente do Jardim Botânico do Rio de Janeiro, um dos fundadores da FATMA, atual Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA SC), além de educador no Seminário de Azambuja e um dos fundadores e organizadores do Museu Arquidiocesano.

O segundo lançamento é a estreia e exibição do curta-metragem “De Onde Vim”, dia 19 de novembro, durante a Semana da Consciência Negra, na Fundação Cultural de Brusque. A produção, com direção de Sérgio Azevedo, conta a história de imigrantes haitianos que residem em Brusque e a relação deles com a professora que se dedica a ensiná-los a língua portuguesa.

O terceiro é a Semana Hilda Hilst, com início dia 25 de novembro e seguindo até dia 29, no Museu Casa de Brusque. Ele tem início, todos os dias, às 19h30. De segunda (25) a quarta-feira (27) acontecem os saraus: Como ler Hilda? A Obscena Senhora D e Da Morte, Odes Minímas. Na quinta-feira (28), haverá a apresentação do documentário Às Palavras de Hilda e dia 29, sexta-feira, a cine-estreia Hilda Hilst Pede Contato.

Hilda Hilst foi uma poeta, dramaturga e cronista, considera pela crítica especializada uma das maiores escritoras da língua portuguesa do século XX.

“Assim, o edital do fundo municipal de apoio a cultura cumpre o objetivo que é fomentar a cultura local, a atividade e produção artística local e claro democratizar o acesso aos bens culturais para a população de Brusque”, comenta Igor Alves Balbinot, coordenador da Fundação Cultural de Brusque.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Lateral João Carlos está de volta ao Brusque

O Brusque segue trabalhando intensamente em seu Departamento de Futebol, além das renovações anunciadas pelo Diretor André Rezini o Bruscão apresentou o primeiro reforço para 2020, trata-se de um velho conhecido do torcedor,o Lateral-Direito João Carlos de 27 anos, teve sua formação de base no Cruzeiro-MG e passagens por clubes tradicionais do Brasil além de uma ótima passagem pelo Brusque em 2017. O atleta chega...
Continuar lendo...

Criminoso é preso ao tentar roubar mulher no Azambuja

A Polícia Militar de Brusque prendeu, na noite desta quarta-feira (11), um homem que havia tentado efetuar roubo a uma pessoa na Rua Azambuja, próximo ao hospital. A vítima, uma mulher, relatou que estava dentro de seu veículo, quando observou o suspeito, que passou algumas vezes próximo a seu carro, se aproximar. Segundo ela, o homem anunciou o roubo, com a mão na cintura, simulando estar armado. A mulher, porém, percebeu que não se...
Continuar lendo...

Diretoria lamenta situação de fila na entrada do estádio

A diretoria do Brusque Futebol Clube emitiu uma nota oficial nesta segunda-feira (27) sobre a demora do acesso dos torcedores ao estádio Augusto Bauer na partida contra o Joinville. A fila gigante irritou o público, que aguardava para assistir o jogo pelo Campeonato Catarinense, na noite de ontem, domingo (26). Confira o documento na íntegra: “NOTA REFERENTE AOS SÓCIO-TORCEDORES O Brusque agradece a presença dos 2.348 torcedores no jogo...
Continuar lendo...