Acapra interrompe serviços por conta de dívida com clínicas

A Associação Catarinense de Proteção aos Animais (Acapra) segue na busca por ajuda financeira para não interromper os serviços. A entidade divulgou comunicado de que se não puder quitar dívida com quatro clínicas veterinária, vai interromper as atividades a partir de janeiro do ano que vem.

A situação financeira da entidade é tão crítica que a atual diretoria pensa, inclusive, em dar baixa na documentação e encerrar em definitivo as atividades. O problema de dívidas tem se postergado há anos e desde o início deste mês, a entidade já não atende a nenhum chamado por conta da falta de condições.

“Iniciamos a paralisação há duas semanas, com intuito de diminuir nossa conta que era, há duas semanas, que era de R$ 120 mil. Estava insustentável, não tem como continuar”, pontua o presidente da Acapra Moacir Giraldi.

A Acapra pede a compreensão da população quanto aos chamados que não são atendidos. Além de não dispor de espaço para abrigar animais, a entidade sofre com a falta de pessoas para fazer esse serviço. Isso porque as poucas que atuam são voluntárias, não recebem pagamento e têm atividades profissionais que dificultam a dedicação integral à Acapra.

Quem desejar contribuir com a associação, pode doar através da conta bancária da Acapra:

 ASSOCIACAO CATARINENSE DE PROTECAO AOS ANIMAIS (ACAPRA)

CNPJ 02961486000150

Banco do Brasil

Agência 5.233-7

Conta corrente 362763-2  

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões