Paróquia realiza Semana da Solidariedade

Inicia hoje e segue até domingo, 17 de novembro, a Semana da Solidariedade, realizada pela Paróquia São Luís Gonzaga. O projeto objetiva a arrecadação de alimentos, destinados à Ação Social que, por sua vez, distribui cestas básicas para famílias em vulnerabilidade social.

“Em 2015 a Igreja celebrou o Ano da Misericórdia e um dos gestos concretos para marcar aquele momento foi a instituição do Dia Mundial dos Podres, no terceiro domingo do mês de novembro. Este é o terceiro ano que o Papa Francisco escreve uma mensagem para marcar a data, sendo que o tema central de 2019 é a esperança que alimenta os famintos e necessitados”, explica o pároco, padre Diomar Romaniv.

Durante as celebrações desta semana, na Igreja Matriz e nas Comunidades, o pedido é para que o ofertório seja feito com alimentos não perecíveis. Da mesma forma, as doações podem ser entregues nas Ações Sociais ou na própria secretaria paroquial.

“Queremos fortalecer o espírito de solidariedade. Por isso a Paróquia celebra, em comunhão com a Igreja, a Semana da Solidariedade e convida cada paroquiano a trazer alimentos que, através da Ação Social, serão encaminhados para as famílias carentes que dependem deste gesto de doação”, detalha padre Diomar.

Ação Social

Em 2019, a Ação Social da Paróquia São Luís Gonzaga passou por uma reestruturação. Desde então, é a única paróquia da Forania que mantém a contratação de uma assistente social, que atende as 12 Comunidades.

“Até então as famílias eram atendidas de forma individual, com roupas e alimentos, mas sem a identificação de sua real necessidade ou de qualquer tipo de acompanhamento. Era a prática do assistencialismo. Hoje temos uma profissional com habilidade e preparação técnica para fazer uma avaliação sócio-econômica, com entrevista e visitação nas casas. Ela identifica a necessidade e intervém através de encaminhamentos”, descreve a coordenadora da Ação Social da Paróquia São Luís Gonzaga, Mariana Martins da Silva.

Segundo ela, muitas vezes o orçamento da família é comprometido pela compra de um medicamento que, sem saber, poderia ser recebido gratuitamente pelo SUS. E, através da parceria mantida com a Prefeitura Municipal, se consultam demais atendimentos na área de saúde, além de benefícios, como o Bolsa Família.

Além da Ação Social Paroquial, sete comunidades mantêm este serviço. No entanto, sempre que qualquer pedido transcende a necessidade de roupa e alimento, a assistente social é solicitada para verificar a situação da família.

“Também encaminhamos para vagas de emprego e fazemos este acompanhamento. Um dos projetos para o próximo ano é a oferta de cursos profissionalizantes, como uma voluntária que já se disponibilizou em oferecer uma formação sobre a organização do lar e o uso de misturas simples, com base caseiras, como produtos de limpeza”, conta Mariana.

Levantamentos

Graças aos cadastros que neste momento começam a ser arquivados pela Ação Social é possível fazer um mapeamento sobre a vulnerabilidade social na área de abrangência da Paróquia São Luís Gonzaga. Um fato que tem preocupado a equipe é o número de migrantes que chegam à cidade vindos de Belém do Pará. “São pessoas com o Ensino Médio completo. Alguns até com faculdade. Mas sem nenhum planejamento financeiro ou de moradia. Às vezes, até as roupas que trazem são para climas diferentes do nosso. Recebemos também pessoas da Venezuela e do Haiti e, nesse caso, nem os diplomas de Ensino Superior são válidos”, detalha a coordenadora.

Por esta razão, tem crescido muito o volume de cestas básicas doadas. No mês de setembro, apenas na Ação Social Paroquial, 60 famílias foram beneficiadas. Quando se contabilizam o volume de doações nas Comunidades, o número se aproxima da própria operação da prefeitura.

“Vale lembrar que adotamos os mesmos critérios da Assistência Social Municipal, de acordo com as leis vigentes, conforme nos orienta a Arquidiocese de Florianópolis”, esclarece Mariana.

Fontes de recurso

A Assistência Social da Paróquia São Luís Gonzaga se mantém através dos bazares beneficentes que realiza, sempre por uma causa específica. Na última edição, em agosto de 2019, o objetivo era a compra de alimentos, uma intenção que se repete agora, em novembro, levando em consideração a doação de cestas básicas mais reforçadas para o período de férias.

“O Terço dos Homens também nos oferece uma doação em dinheiro. Além disso, podemos contar com doações de pessoas que se comprometem e fazem este repasse todos os meses. Recentemente recebemos também uma doação de alimentos do Lions Clube, além de pessoas vinculadas à catequese, demais movimentos e pastorais”, conta Mariana.

Cerca de 270 voluntários integram a equipe da Ação Social na Paróquia São Luís Gonzaga. Toda terça-feira um grupo de reúne para a costura de enxovais que serão entregues no Curso de Gestantes. Já na quinta-feira, um novo encontro, desta vez para complementar peças de roupas que costumam faltar para a doação.

 

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Caminhão carregado de cerveja tomba e a carga é saqueada

Uma carreta carregada de latas de cerveja tombou na BR-470, em Ibirama, na manhã deste domingo (23). Segundo os Bombeiros Voluntários da cidade, que atenderam a ocorrência, populares saquearam a mercadoria que se espalhou pelo canto da via, já que o veículo parou sobre o acostamento. O trânsito ficou lento no km 110, já que a carga estava espalhada pela pista. O condutor do caminhão foi levado ao hospital com dores na coluna e ferimentos...
Continuar lendo...

Confira os números dos estragos da chuva por região

As chuvas atingiram mais uma vez o município de Brusque no domingo (9). O grande volume de água trouxe diversos prejuízos. A Defesa Civil divulgou os números, detalhando os bairros atingidos. Confira as ocorrências atendidas: 6 - deslizamento Bairro Steffen 1 - deslizamento Paquetá 1 - queda de ponte e 1 deslizamento Santa Luzia 1 - deslizamento Primeiro de Maio obstrução parcial da via. 1 - deslizamento Ponta Russa 1 -...
Continuar lendo...

Jovem fica ferido em acidente no bairro Águas Claras

Os Bombeiros foram acionados na noite deste domingo (19) por volta das 20h19 para atender um acidente de trânsito envolvendo um carro e uma motocicleta. O fato aconteceu na Rua Augusto Klapoth, no Bairro Águas Claras, em Brusque. A condutora do Peugeot com placas de Brusque, 37 anos, nada sofreu e assinou o termo de recusa de atendimento. O condutor da moto Honda CG de Brusque, 21 anos, estava consciente e apresentava lesões e escoriações nas pernas e na...
Continuar lendo...