Prefeitura estimula trabalho voluntariado de clubes de mães em Brusque

Formado por mais de 300 mulheres que representam 26 grupos, os clubes de mães são verdadeiros celeiros de talentos em Brusque. Divididos por todos os cantos da cidade, são locais onde as mulheres são estimuladas a desenvolverem trabalhos em prol da comunidade.

Um destes pontos de encontro é numa sala dentro da Unidade Básica de Saúde do Bairro Cedrinho. É ali onde cerca de 15 mulheres se reúnem para realizar bordado e outras atividades. O dinheiro arrecadado é utilizado em benefícios para comunidade, por meio das vendas de materiais através de bingos, rifas, entre outras iniciativas. 

A coordenadora do Grupo de Mães Arte e Saúde, Carmela Possamai, diz que a iniciativa fortalece vínculos reunindo pessoas com diversas características. “Para nós está sendo muito bom, porque essas mulheres que estão fazendo parte do grupo nos relatam o quanto foi bom para elas, essa terapia de sair de casa, toda segunda, das 14h às 17h. Esse tempo para elas está sendo muito valioso. Além de elas estarem aprendendo, também estão se ocupando de alguma forma”, diz.

Já Edith Graf considera o grupo uma terapia. “A gente vem aqui, conversamos coisas boas com as amigas, trocamos ideias. É muito bom”.

No Azambuja, o trabalho social do grupo de mães também se destaca. Cerca de 15 mulheres compõe o Clube de Mães Mãos que se Doam. Conforme uma das responsáveis, irmã Neusa, trata-se de um grupo de senhoras voluntárias que existe de 2002 criado com o objetivo de ajudar o Hospital Azambuja. “O objetivo é angariar fundos para o hospital. É um grupo que começou pequeno, com poucas pessoas, e depois foi expandindo. Todo trabalho é voltado em melhorias para o hospital, como compra de equipamentos, móveis, e tudo que hospital precisa no dia a dia”.

Todos os Clubes de Mães de Brusque são assistidos pela Secretaria de Assistência Social e Habitação. O secretário da pasta, Deivis Junior, enaltece o trabalho de todas as mulheres. Ele observa a importância de o poder público estimular esse trabalho, destacando o quanto iniciativas como essas são importantes para o município. “Cabe a nós, da prefeitura, através da Secretaria de Assistência Social, fazer esse trabalho de acompanhamento e dar esse apoio junto a essas mulheres voluntárias”, destaca ele. “Inclusive, recentemente, fizemos a entrega de vários kits patchwork que agora estão sendo utilizados para os trabalhos voluntários dos clubes de mães do município de Brusque”, ressalta.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões