Presidente da Apvaeb cobra cumprimento de leis voltadas ao esporte

O presidente da Associação dos Pais e Voluntários dos Atletas Especiais de Brusque (Apvaeb), Marcos Maestri,  utilizou a tribuna da Câmara Municipal na noite desta terça-feira (5) para falar sobre os trabalhos da entidade. Ele, que preside, ainda, o Conselho Municipal do Esporte, cobrou o cumprimento de leis voltadas ao setor e que existem, mas sequer foram sancionadas.

Uma destas é a que criou o Tribunal de Justiça Desportiva. Ela é de 2015, mas nunca foi levada para além da aprovação na própria Câmara. Outra situação apontada por ele é sobre a gestão da Arena Brusque Neco Heil, a Arena Multiuso, que devera possuir um Conselho de Administração, algo que, também, nunca existiu. O meso ocorre com a Fundação Municipal de Esporte (FME), criada em 2009.

Maestri reclamou de casos de entidades, sem citar nomes, que realizam ações para arrecadar fundos em Brusque, mas disputam competições pela cidade de Itajaí.

A participação dele na sessão é fruto de pedido feito pela Apvaeb ao Legislativo, no espaço da tribuna livre.

Contas do prefeito aprovadas

A sessão desta terça-feira foi novamente bastante rápida. Isso porque o Regimento Interno do Legislativo municipal define que quando há análise de contas da gestão do Executivo, que precisam ser votadas pelos vereadores, somente este assunto deve ir à pauta.

No caso, os vereadores votaram em segunda análise as contas da Prefeitura do ano de 2017. Na semana passada, as mesmas contas foram aprovadas por unanimidade, seguindo o que recomendou o Tribunal de Contas do estado (TCE). O placar se repetiu na sessão de hoje.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões