Romário avalia derrota e atribui o fracasso a juventude do grupo

Em sua entrevista após  a partida deste domingo (3) em que o Carlos Renaus foi derrotado pela Caçadorense, na casa do adversário, o técnico Felipe Romário disse que sabia das dificuldades que iria enfrentar pelo fato da competição ser muito nivelada e que enfrentou nesta fase a equipe que tinha o melhor ataque e mesmo assim eles levaram dois jogos para fazer um gol.

O técnico do time brusquense disse que o time oportunidades e poderia ter matado o jogo, mas o adversário entrou para jogar por um bola, diante de sua torcida. “Nós tentamos, lutamos, o grupo está de parabéns pelo empenho, é um grupo novo, muitos atletas estrearam aqui no profissional, nós queríamos passar para coroar o esforço do pessoal que está se esforçando ao máximo, mas infelizmente isso não aconteceu”, avaliou Romário.

O treinador agradeceu a diretoria e os torcedores que acompanharam o time. “Não tem muito o que falar, o futebol é feito de detalhes e o detalhe se chama gol”, enfatizou. Ele disse ainda que a idéia era potencializar os atletas mais jovens e o balanço é positivo, segundo o treinador, pois o time sofreu apenas duas derrotas em toda a competição. Ele disse que encarou todas as equipes, até as mais experientes de igual para igual, mesmo com o grupo mais novo, “mas fizemos aquilo que estava ao nosso alcance dentro dos recursos que tínhamos pra fazer”, conclui Felipe Romário.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões