Jogador minimiza agressão a árbitro e se diz arrependido

O atleta do São Pedro de Guabiruba, Tiago da Silva dos Santos, que vem sendo acusado de ser o autor das agressões ao árbitro Alexandre Ramos na partida do último domingo (20) falou sobre o ocorrido no último fim de semana e deu sua versão dos fatos. Tiago diz que tudo começou com a marcação do impedimento e sua posterior expulsão.

No entanto, ele afirma que agressões ocorreram, mas que elas não foram na intensidade suficiente para deixar hematomas. “Não foi assim uma agressão para deixar hematomas, até porque o pessoal logo me tirou e não foi como estão comentando ai, estão comparando com a agressão de Botuverá, uma coisa é o que aconteceu em Botuverá e o que aconteceu em Guabiruba é totalmente diferente, tem a parte que é igual, mas tem a parte que é diferente entre os dois fatos”, compara Tiago.

Sobre o sentimento de arrependimento, ele diz que “O meu arrependimento é porque tem famílias ali, está todo mundo ali vendo e pelo caso de eu estar prejudicando o clube que eu estava defendendo e pode ser que o clube pegue punição, uma coisa que o clube não tem nada a ver, um ato que foi meu e não do clube, muito pelo contrário, foi o pessoal do clube que foi lá e me tirou de lá, não deixou que eu fizesse alguma coisa a mais”, enfatizou.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões