"Hoje, a situação que mais preocupa são as lesões", diz Jersinho

A vitória do Brusque sobre o Figueirense ampliou o alívio do time na tabela de classificação da Copa Santa Catarina. Mas trouxe outra preocupação para o técnico Jersinho: os desfalques. Somente na partida desta quarta-feira (16), três atletas saíram lesionados ou com grande desgaste físico.

Para o treinador, a situação toda decorre da sequência de jogos, média de dois por semana. “Hoje, a situação eu mais preocupa são as lesões, articulações e de contato. Mas temos que acreditar no elenco”, disse ele ao fim da partida.

Jersinho afirma que o primeiro tempo do jogo nesta quarta-feira (16) foi mais tranquilo. O Brusque dominou a maioria das ações, mas faltou o principal, o gol. Para ele, poderia ter sido melhor o retrospecto.

“No intervalo, o nível de concentração precisava melhorar. No segundo tempo, foi feito dois a zero. O Brusque entrou muito para dentro do gol e ficou sem rebote, situação a ser ajustada durante a semana”, frisou o treinador.

O técnico do Brusque disse, ainda, que o jogo de domingo, contra o Almirante Barroso, é crucial para que o time vislumbre a classificação. “Domingo, lá (em Itajaí) é guerra”, destacou.

Jersinho avaliou que no primeiro tempo houve muitos erros de tomada de decisão na hora do passe de bola e até da finalização. Ronan foi uma surpresa positiva, segundo ele.

Outra avaliação feita pelo treinador foi sobre a participação de Vinicius. Jersinho acredita que o atleta ainda não esteja encaixado no elenco, mas tem respondido quando chamado em campo.

“Ele teve alguma situações boas. Infelizmente, um pouco antes de sair perdeu gol, o que daria confiança maior. Com essas situações de lesões, todo atleta é importante”, disse.

Por fim, o técnico do Brusque afirmou que a recuperação o time é vista de longe. “Peguei numa situação que estávamos seis jogos sem ganhar e, hoje, estamos indo para o quinto com bons resultados”, finalizou.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões