Sargento da reserva baleado morreu na noite de sexta-feira

O sargento da reserva baleado no bairro Monte Alegre em Camboriú na segunda-feira (7) veio a óbito na noite desta sexta-feira (11). Orlando Moreira, 65 anos, fazia a segurança de uma farmácia quando foi alvejado com cinco tiros.

Segundo informações, os tiros teriam atingindo o joelho direto, mandíbula, a mão, dorso e o abdome. O militar chegou a passar por uma cirurgia, mas não resistiu.

AUTOR MORTO

Na tarde desta terça-feira (08), morreu em confronto com a polícia o suspeito de ter atirado contra um sargento da reserva da PM em Camboriú. De acordo com a polícia, o suspeito de 19 anos teria atirado contra os policiais do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT), que revidou.

Segundo a PM, ele tinha 19 passagens pela polícia, a maioria por tráfico de drogas. No local foi apreendido um revólver calibre 38, com 4 munições, duas deflagradas.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Polícia realiza ação na tentativa de identificar criminosos envolvidos em furtos

Na tarde desta quinta-feira (13) a Polícia Militar de Brusque deteve um homem em uma Rua transversal da Felipe Schmidt no centro que ao perceber a presença da guarnição entrou em fuga. Ele é suspeito de diversos furtos em veículos estacionados próximo a Escola Sesi no Jardim Maluche. A suspeita é que ele através do método conhecido como Chapolin, ou seja, quando o proprietário trava o carro, o mecanismo consegue copiar o código de destravamento do carro e assim realiza o furto no...
Continuar lendo...

Paulo Eccel assumirá como deputado na AL/SC

Paulo Eccel informou nesta quinta-feira (05) que estará assumindo uma cadeira na Assembleia Legislativa a partir do próximo dia 07 de abril. Eccel assumirá como deputado estadual durante a licença do deputado Padre Pedro Baldissera (PT). Nas últimas eleições, Paulo Eccel, ficou na posição 79 da lista de deputados estaduais. Fez 13.750 votos. Foi o sexto mais votado do partido e é o segundo suplente. Eccel neste comunicado...
Continuar lendo...

Justiça condena Prefeitura em ação movida por servidora

A Prefeitura de Brusque foi condenada em primeira instância a ressarcir uma servidora com o valor de R$ 224,44. O montante é oriundo de descontos feitos na folha de pagamento da em setembro e outubro de 2018. Ela é funcionária do setor de educação. Trata-se de desconto feito no salário da servidora por não constar no registro do cartão ponto em datas diferentes naquele período. Ela alegou à justiça que a...
Continuar lendo...