Missa comemora 115 anos dos Dehonianos em Brusque

Nesta primeira sexta-feira do mês das missões, 4 de outubro, a Igreja Matriz São Luís Gonzaga, juntamente com membros do Apostolado da Oração e os seminaristas do Convento Sagrado Coração de Jesus, celebrou uma missa muito especial. Ela comemorou os 115 anos da presença dos padres Dehonianos em Brusque.

A celebração também fez memória a todos os padres que passaram pela paróquia ao longo desses anos. A eucaristia foi presidida pelo Pe. Gilberto Bonato Xavier, Provincial da Província Brasil Meridional (BRM), responsável pela Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus (Dehonianos) no Sul do Brasil.

A missa recordou o ano de 1904, quando chegaram no Porto de Paranaguá os primeiros Missionários Dehonianos no Sul do Brasil, vinculados à Congregação fundada pelo Padre Leão João Dehon. Foi então que, em 4 de outubro daquele ano, Dom José Pereira de Barros, Bispo de Curitiba, nomeou o padre Gabriel Lux como primeiro vigário da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus em Brusque, na Paróquia São Luís Gonzaga.

Foi o primeiro trabalho confiado pelo Bispo ao sacerdote, como lembra o pároco Diomar Romaniv. "Desde aquela época a presença da Congregação se expandiu, não só em Brusque, a medida que foram formadas outros comunidades, mas também em outras cidades e estados, com diferentes trabalhos".

O carisma Dehoniano é presente nas diversas áreas que a Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus atua ao longo desses anos, com ações paroquiais nas igrejas, na educação, nas áreas sociais e comunicação. "Em Brusque temos, além dos padres Dehonianos que trabalham na Paróquia SLG, todo o trabalho de formação de novos padres no Convento, a dimensão educacional no Colégio e Faculdade São Luís e a Casa Padre Dehon, que mostra a espiritualidade da Congregação", diz.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões