Corregedor da Câmara arquiva abertura do processo de cassação de Zancanaro

O corregedor da Câmara de Vereadores de Brusque, o vereador Cleiton Luiz Bittelbrunn, arquivou o pedido de abertura do processo de cassação contra o presidente da casa, José Zancanaro, feita pelo do vereador Sebastião Isfer de Lima. Conforme o despacho, a atitude de Zancanaro de cortar o microfone durante a manifestação de Sebastião não se deu de forma súbita, arbitrária ou desrespeitosa tendo em vista que o presidente efetuou dois avisos prévios, salientando que Sebastião estava se desvirtuando do assunto em questão.

Relembre o caso:

O vereador Sebastião (PSDB) pediu a cassação do mandato do vereador e presidente da Câmara Municipal de Brusque José Zancanaro (PSB). Ele encaminhou uma representação, uma espécie de denúncia, ao corregedor geral do Legislativo, o também vereador Cleiton Bittelbrunn (Patriotas). No documento de seis páginas, Lima relata a situação ocorrida na sessão da semana passada, na terça-feira 17 de setembro, quando teve o som do microfone da tribuna cortado a mando de Zancanaro. Naquela ocasião, ele se manifestava sobre projeto de Resolução da Câmara que alterava nomenclaturas e escolaridade de cargos ligados à mesa diretora. O presidente do Legislativo cobrou que o parlamentar do PSDB não mencionasse sobre salários, pois o tema não estava em discussão. Em seguida, ao ser confrontado por Lima, mandou que a assessoria cortasse o som do equipamento.

 

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões