Câmara aprova projeto que facilita divórcio de vítima de violência

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou hoje (3) proposta que altera a Lei Maria da Penha para facilitar o processo de separação das vítimas de violência doméstica. Segundo o texto, o juiz responsável pela ação de violência doméstica também poderá decretar o divórcio ou a dissolução da união estável a pedido da vítima. A matéria agora segue para sanção presidencial.

Os deputados aprovaram nesta quinta-feira as alterações do Senado ao projeto de lei 510/19 do deputado Luiz Lima (PSL-RJ).

A proposta também garante às vítimas de violência o direito à assistência jurídica. Caso a situação de violência doméstica comece após o pedido de divórcio ou dissolução da união estável, a ação terá preferência no juízo onde estiver em tramitação.

Prioridade

O texto altera o Código de Processo Civil para dar prioridade à tramitação das ações em que a parte seja vítima de violência doméstica em toda a justiça cível. A mudança foi incluída no Código de Processo Civil e vale para as ações de separação e para pedidos de reparação.

Para o autor do projeto, facilitar o divórcio das vítimas de violência é um processo simples, mas muito relevante para as famílias e para garantir que a violência não se repita

A relatora, deputada Erika Kokay (PT-DF), destacou a importância do projeto para que o juiz responsável pela ação de violência doméstica possa decretar a separação para “desconstruir os vínculos que provocaram muito sofrimento na mulher, nas crianças e no conjunto da sociedade”.

O texto aprovado também determina que o juiz e a autoridade policial deverão informar a vítima sobre eventual ajuizamento de pedidos de separação. E, se for o caso, o juiz tem 48 horas para encaminhá-la às defensorias públicas para que solicite a separação.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Cerca de 90% dos carnês de IPTU 2020 já foram emitidos

O pagamento em cota única ou da primeira parcela do Imposto Territorial e Predial Urbano (IPTU) 2020 do município de Brusque vence em 10 de março. Até o momento, já foram emitidos 60,4 mil carnês, dos 66,8 mil lançados no sistema da Secretaria da Fazenda. Alguns contribuintes já realizaram o pagamento do imposto adiantado, de modo que a Prefeitura já arrecadou R$ 2,8 milhões. A expectativa do governo municipal é...
Continuar lendo...

Idoso vítima de Covid-19 era servidor da Educação

O idoso que faleceu nesta sexta-feira (3), vítima de Covid-19, era servidor da Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura de Brusque. Leopoldo Rodrigues (75) morava no bairro Cedro Alto e trabalhava na escola da localidade. A Secretaria de Educação emitiu uma nota de pesar. Confira: "A Secretaria da Educação vem a público registrar seu profundo pesar pelo falecimento do servidor Leopoldo Rodrigues (75), nesta sexta-feira...
Continuar lendo...

Beach tenista brusquense é destaque em Pan-Americano

O beach tennis do Brasil coroa a grande temporada realizada até o momento com mais uma ótima atuação em Aruba, onde foi disputado o Pan-Americano da modalidade. Nas finais disputadas no último sábado, o Brasil fez a dobradinha de ouro e prata nas três categorias profissionais. No masculino, André Baran e Vinícius Font derrotaram Marcus Vinicius Ferreira e Thales Santos (7/5, 5/7 e 6/4). Nas duplas mistas, Rafaella Miiller e...
Continuar lendo...