Saúde ocular deve ser preocupação desde cedo

Os cuidados com a saúde ocular foram assuntos no programa Rádio Revista Cidade desta quarta-feira (25). A médica oftalmologista Maria Amélia Ennes esclareceu pontos, tirou dúvidas dos ouvintes e internautas sobre doenças oculares.

Segundo a médica, os cuidados com a saúde dos olhos devem começar já no momento em que a criança vem ao mundo. “Já na maternidade é realizado teste do olhinho, que é um teste obrigatório, feito pelo pediatra. Na detecção de alguma alteração nesse teste, automaticamente é encaminhado para um especialista para uma avaliação mais aprofundada”, pontua ela, afirmando que ideal é que se faça uma avaliação a cada ano. Principalmente no período pré-escolar, quando se percebe muitos casos de grau elevado de óculos.

O estrabismo é um sinal importante para que se leve a criança em uma consulta oftalmológica. Existem tipos diferentes da doença. Há o por alto grau de óculos, cuja solução pode ser simples fato de por o óculos. Há, ainda, outros casos que somente se corrige através de cirurgias.

A oftalmologista chama atenção para o excesso de exposição a aparelhos como celulares. Isso também traz problemas graves pra a saúde ocular. “O fato de se usar o celular em uma distância muito o curta acaba induzindo à miopia em crianças, principalmente. A taxa de miopia tem aumentado consideravelmente”, frisa ela, apontando que o ideal é que a criança fique, no máximo, uma hora por dia exposta.

Na fase adulta, a médica explica que é necessário que a pessoa busque uma avaliação da saúde ocular, no mínimo, a cada dois anos após a fase dos 40 ou 50 anos de idade.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões