Mais de 150 profissionais de odontologia participam de capacitação

O Departamento de Vigilância Sanitária, órgão vinculado a Secretaria de Saúde, promoveu uma capacitação voltada aos profissionais da área odontológica de Brusque, com o objetivo de esclarecer e orientar sobre os procedimentos corretos de limpeza, higiene e esterilização nos consultórios. 

Durante a abertura do encontro, na manhã desta quarta-feira (4) no auditório da Uniasselvi, o Secretário de Saúde de Brusque, Humberto Fornari, lembrou que tão importante quando falar das práticas de boa conduta visando o bem-estar do paciente, a capacitação serviu também para alertar os profissionais sobre a sua própria saúde. “A biossegurança é extremamente importante e, a Vigilância Sanitária, não atua somente na área punitiva, mas sim, como órgão municipal que tem como dever orientar a população e os profissionais de saúde. A presença de palestrantes e especialistas, enriqueceu o evento, voltado para os cirurgiões dentistas e seus técnicos, auxiliares e corpo administrativo”, observa o gestor municipal.
 
A primeira parte da capacitação foi reservada para o Conselho Regional de Odontologia de Santa Catarina (CRO-SC), onde o delegado do órgão para a região de Brusque, João Carlos Habtzreuter e, a gerente de fiscalização, Cristina de Ávila Tireck – ambos cirurgiões dentistas – discorreram sobre a Responsabilidade Técnica nos consultórios. “Este evento veio a calhar com o Setembro Verde, instituído pelo CRO-SC como mês para chamar atenção dos profissionais sobre a biossegurança nos procedimentos. A missão do delegado é prestar orientações aos demais dentistas, e este encontro, foi  oportuno. Só temos a agradecer a parceria da Secretaria de Saúde por convocar esse debate”, comenta.

Na sequência foi ministrada palestra com a enfermeira Aline Gonçalves, especialista e agente de fiscalização da Vigilância Municipal. “Nós pensamos nessa capacitação como forma de transmitir esse conhecimento sobre normas, procedimentos e protocolos, uma vez que durante as inspeções, percebemos que falta conhecimento sobre alguns procedimentos, principalmente dos processos e da esterilização”, pontua.

Por fim, a presença da bióloga Liliana Donatelli, apresentou uma conferência sobre os principais erros no processo de esterilização dos consultórios. Considerada uma das maiores especialistas em biossegurança do Brasil, Donatelli falou por cerca de duas horas, apresentando exemplos, procedimentos e o que há de mais avançado e atual no setor.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões