Fórum Perinatal é realizado em Brusque

A cidade de Brusque sediou nesta terça-feira (03), no auditório da Uniasselvi, a 3ª edição do Fórum Perinatal da Rede Cegonha do Médio Vale do Itajaí, evento que reuniu mais de 150 profissionais de toda a região. O encontro foi elaborado pelo grupo condutor regional da rede Cegonha abrangendo 14 municípios da Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (AMMVI) e contou com a participação de representantes do Ministério e Secretaria de Estado da Saúde. O objetivo foi atualizar os profissionais em relação aos protocolos de pré-natal e de puericultura, visando atender as demandas nacionais, além de troca de conhecimentos entres as cidades. 

O Secretário de Saúde de Brusque, Humberto Martins Fornari, destaca que durante todo o dia, foram discutidas práticas, ações e objetivos visando melhorar e ampliar a condição das gestantes e recém-nascidos. “É importante destacar a presença de autoridades nacional e estadual neste encontro, para que auxiliem da diminuição da mortalidade materno-infantil, e uma de nossas lutas da microrregião é implantação de uma UTI neonatal em Brusque, evitando assim o deslocamento a outras cidades e a possibilidade rápida de resposta no atendimento para os bebês”, comenta o gestor municipal. 

A enfermeira Sheila Neves, coordenadora do grupo condutor em Brusque, explica que a Rede Cegonha, que é uma Política Nacional de acompanhamento gestacional e de recém-nascidos, foi criada para melhorar a qualidade do pré-natal, parto e nascimento, com o objetivo de levar saúde e a diminuição da mortalidade materno e infantil. “O Fórum Perinatal, portanto, têm a finalidade de discutir todas essas práticas através da capacitação e qualificação profissional, para que possamos avançar em buscar do bem-estar da gestante e do recém-nascido”, declara. 

Certificação

Durante a abertura do encontro, o médico Halei Cruz, que representou a Secretaria de Estado da Saúde, entregou a certificação do programa Estratégia Alimenta Amamenta Brasil, que são ações e promoção ao aleitamento materno na Atenção Básica, para a equipe Estratégia Saúde da Família do bairro Bateas. Segundo Cruz, para que esta certificação fosse entregue, a equipe elaborou um projeto e colocou em práticas ações que visam promover o aleitamento materno. “Registramos que a equipe UBS realizou promoções, palestras e outras iniciativas, visando promover o aleitamento, que é o alimento essencial de toda até a criança com até seis meses de idade. Quero deixar os parabéns a equipe do bairro Bateais, e também da UBS Águas Claras que também já foi certificada em 2017”, comemora o médico.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões