"O Manaus levaria certa vantagem se houvesse sol", diz cronista

O sol pode  vir a ser um fator decisivo e fazer com que o Manaus largue com vantagem diante do Brusque na decisão da Série D do Campeonato Brasileiro de Futebol neste domingo (18). Pelo menos nas expectativas e pelo retrospecto diante deste tipo de situação. Palavras do cronista esportivo Paulo Roberto Pereira, presidente da Associação dos Cronistas e Locutores Esportivos do Amazonas (Acreler) e comentarista da TV Band Amazonas em entrevista à Rádio Cidade neste sábado (17).

“Não tem favorito.  O Manaus levaria uma certa vantagem se houvesse sol. Esse domingo parece que está nublado. Se houvesse o calor intenso, eu diria que o Manaus levaria vantagem. Tecnicamente, há um equilíbrio”, pontuou Pereira.

Segundo ele, o Manaus vem crescendo muito, apesar de ser um clube ainda jovem – foi fundado em 2013. Apesar do pouco tempo, tem conquistado títulos e chegado perto dos finalistas nas competições.

“Este ano, sabíamos que a classificação para a Série C era esperada. O título, até que não. Essa classificação vai significar muito para o Manaus, pois vai disputar uma competição com equipes superiores”, frisa o cronista, afirmando que a expectativa do clube é de em, aproximadamente, três anos chegar à Série B do futebol brasileiro.

A avaliação de um jogo equilibrado na partida decisiva da Série D vem de uma análise sobre as semelhanças dos dois times. Brusque e Manaus fizeram campanha semelhantes na competição e possuem estruturas parecidas. Entretanto, o time do Amazonas apresenta melhor resultado em termos de planejamento e onde quer chegar.

“Ainda precisa ter estádio próprio, campo próprio. Mas mantém pagamentos em dia, tem dois ou três jogadores que se destacam”, prossegue Pereira.

O avanço para a Série C pode começar a mudar o olhar dos investidores no futebol amazonense. Um contraste, frisa pereira, a região de Manaus ter diversas empresas de grande porte, muitas delas multinacionais, mas o apoio financeiro ao futebol ser muito pequeno. Isso porque elas preferem fazer o patrocínio em clubes do Rio de Janeiro e São Paulo.

O Manaus representa hoje o anseio que torcedor amazonense tem de ver o futebol do estado em destaque nacional. Mas a rivalidade entre clubes da região existe. Com a ida para a disputa no ano que vem, isso pode auxi8liar a abrir as portas para aporte financeiro maior,. Já que o time estará em campo justamente diante de algumas dessas equipes.

Manaus e Brusque entram em campo às 16h de domingo, na Arena Amazônia, em Manaus. Na primeira partida, em Brusque no fim de semana passado, o jogo terminou em 2 a 2. Uma vitória simples dá o título do Bruscão. Um novo empate leva a decisão para os pênaltis.

Até a manhã deste sábado havia cerca de mil ingressos ainda disponíveis para o confronto.

A Rádio Cidade transmite o jogo direto da Arena Amazônia. O narrador Francisco Carlos e o comentarista Dirlei Silva estão em Manaus para levar toda a emoção do jogo histórico ao torcedor brusquense e de Santa Catarina.

Colaborou Dirlei Silva

ASSISTA A ENTREVISTA NO VÍDEO

 

 

patrocinadores
Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões