MP quer recolhimento de ingressos da final

Praticamente a três dias para a final do Campeonato Brasileiro da Série D, a diretoria do Manaus foi surpreendida por uma ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Amazonas na terça-feira (13) em que solicita o recolhimento de todos os ingressos que tenham sido comercializados antecipadamente para a final de domingo (18) na Arena Amazônia.

A logística solicitada pelo Ministério Público do Amazonas, na pessoa do promotor Otávio de Souza Gomes, da 51ª Promotoria de Justiça Especializada na Proteção e Defesa do Consumidor, é praticamente impossível de ser cumprida em tempo hábil. Recolher todos os ingressos, enumerá-los, repassar novamente aos torcedores, e determina-los que sentem-se exatamente na cadeira enumerada de acordo com o seu ticket de ingresso.

Vale salientar que a Arena da Amazônia tem capacidade para quase 50 mil torcedores, um questionamento a ser feito é como funcionará a fiscalização, e quem fiscalizará o torcedor. Já houve uma tentativa anterior para que a determinação fosse cumprida e acabou não funcionando, foi em um jogo da Seleção Brasileira. A ação ajuizada ocorreu justamente agora, a poucos dias para a realização do jogo entre Manaus e Brusque.

A diretoria do Manaus já se manifestou afirmando não ser possível enumerar os ingressos neste momento e cumprir com as exigências do Ministério Público.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões