Brusque faz dois gols, mas cede empate ao Manaus

O Brusque FC entrou em campo na tarde deste domingo, 11, para enfrentar o Manaus no primeiro jogo da decisão da Série D do Campeonato Brasileiro. O técnico Waguinho Dias manteve Dida e Zé Mateus como titulares e como Fio estava suspenso, entrou com Thiago Alagoano para manter a ofensividade, sabendo que precisava fazer um bom resultado em casa, já que o jogo derradeiro será no campo do adversário. O Brusque chegou a abrir dois gols de vantagem, mas cedeu o empate.

Aos 20’ Romarinho sentiu uma dividida de bola. Jogo truncado, marcação forte do Manaus, nenhuma chance real de gol. Foi um jogo de muito estudo e poucos lances perigosos, se tornando chato de ver. O Manaus foi tomando conta da situação e o Brusque parou de ousar. Aos 26’ Zé Mateus fez falta feia em Hamilton e ganhou cartão amarelo.

Aos 29’ o melhor lance de ataque do Brusque com Pirambu acionando

Thiago Alagoano que dividiu com o goleiro e quase conseguiu abrir o placar. Dois minutos depois o Brusque voltou a atacar pela direita, a bola foi cruzada para Pirambu que bateu de primeira, mas errou o alvo.

Aos 48’ a melhor oportunidade do Manaus que, dentro da área, através de Rossoni bateu e Dida defendeu. E foi só na primeira etapa que terminou empatada, sem gols. Um jogo diferente de tudo o que se viu de outros adversários, já que a marcação ocorreu de forma implacável, no campo do Brusque.

SEGUNDO TEMPO

Ninguém mexeu no intervalo. O Brusque voltou na pressão e depois de um chute de Romarinho de fora da área, Jefferson Renan pegou o rebote mas o goleiro defendeu parcialmente, a bola sobrou para Pirambu abrir o placar, Brusque  1 a 0. Logo depois o Brusque quase fez o segundo em jogada de Thiago Henrique pela esquerda.

Aos 9’, Zé Mateus entrou pela esquerda e após roubar a bola, bateu no canto direito do goleiro e fez Brusque  2 a 0. Com o gol, Evair entrou no lugar de Mateus no Manaus. O atacante Rossine encenou uma falta na área e levou cartão amarelo. O capitão do Manaus, Derlan, por reclamação, também recebeu amarelo. 

Aos 17’ o Manaus fez jogada pela direita, após saída errada do Brusque e no cruzamento Rossini desviou de cabeça e reduziu a vantagem, Brusque 2 a 1. Aos 21’ Derlan chutou de longa distância e Dida defendeu. O jogo ficou aberto e o torcedor foi junto na emoção.Negueba fez falta e levou cartão amarelo. Leilson entrou no Brusque no lugar de Thiago Henrique, no Brusque. Aos 30’ o meia Romarinho foi expulso após confusão em campo generalizada. Com Valdinho saiu e Vitinho entrou no Manaus enquanto Ruan entrou no lugar de Thiago Alagoano.

Aos 36’ o Manaus, com um a mais pressionou e cruzou no segundo poste, Rossini entrou sozinho e de cabeça marcou o segundo gol do Manaus e empatou o jogo,  2 a 2. O atacante Vinícius entrou no lugar de Júnior Pirambu que sentiu o tornozelo. O Manaus ainda trocou Panda e colocou Ezequiel. A equipe esportiva da Rádio Cidade escolheu Zé Mateus como o melhor jogador do Brusque em campo.  

Aos 44’ o atacante Leilson foi lançado e perdeu a chance de dominar e marcar o terceiro gol brusquense. Aos 47’, Vinícius teve nova oportunidade, mas ao desviar na cara do gol acabou perdendo a oportunidade de colocar o Brusque à frente.  Foi um final de jogo dramático e o torcedor gritou em alto e bom tom, “eu acredito, eu acredito, eu acredito”.

 

FICHA TÉCNICA 

BRUSQUE 2 X 2  MANAUS

Estádio Augusto Bauer 11/08/2019

 

BRUSQUE / Dida; Edilson, Cleitão, Magrão e Airton; Zé Mateus, Thiago Henrique e Romário; Thiago Alagoano  (Ruan), Júnior Pirambu (Vinícius) e Jefferson Renan  (Leilson). Técnico: Waguinho Dias.

MANAUS / Jonathan; Igor, Spice, Martony e Negueba; Vandinho (Vitinho), Derlan, Panda (Ezequiel ), Hamilton; Rossini e Mateus (Evair). Técnico: Wellington Fajardo. 

Árbitro / Wagner Reway e os assistentes Oberto da Silva Santos e Kildenn Tadeu Morais.

PÚBLICO: 4.487

RENDA: R$ 105.730,55

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões