Projeto de ginástica rítmica atende cerca de 100 crianças

Com cerca de 100 meninas de 5 a 16 anos, Brusque é um celeiro de grandes atletas na ginástica rítmica. São 33 meninas atualmente na equipe de rendimento e outras 60 na escolinha que buscam chegar também a equipe principal, que nos últimos anos têm projetado o nome da cidade no cenário nacional e sul-americano.

O treinador da equipe, Thiago Coelho, observa que Santa Catarina é um dos estados mais fortes do Brasil. Por ter um número expressivo de equipes, é um celeiro, sendo o único estado que tem duas ginastas na seleção brasileira atualmente. “É também o estado que mais forma árbitros internacionais e se consolidou com a ginástica”, observa.

Ele ressalta que, dentro deste cenário, as brusquenses aparecem em evidência. Há menos de duas semanas, a equipe da Associação Brusquense de Ginástica Rítmica (ABGR) conquistou o título de campeã dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina. As meninas também são campeãs brasileiras e sulamericanas no conjunto, título conquistado no ano passado defendendo as cores do Brasil. “Somos uma potência, tanto no estado quanto no país”, destaca Coelho.

O projeto da ABGR, que conta com apoio da Prefeitura de Brusque, por meio da Fundação Municipal de Esportes, iniciou em 2016. Na oportunidade, até aquele ano tinha como financiadora a Caixa Econômica Federal, mas foi mantido pela prefeitura e hoje já colhe diversos resultados. “Foi uma construção. Vinhamos de um projeto assistido pela Caixa e houve o interesse da prefeitura em manter. Hoje, temos um grupo muito qualificado, com diversos resultados de expressão tanto dentro quanto fora do país”, observa Coelho.

Sobre o projeto
A modalidade abrange quatro categorias: pré-infantil, infantil, juvenil e adulto, sendo que os principais destaques brusquenses são na categoria juvenil, a mesma que foi campeã dos Joguinhos.

A equipe tem duas turmas de iniciação, com 30 meninas cada e existe, inclusive, uma fila de espera. Além de Coelho, que se dedica mais ao rendimento, a professora Aline Novo é responsável pelo trabalho com as atletas da escolinha. “No pré-mirim e mirim, 7 anos, estão as meninas que não competem ainda, mas já se apresentam. Fazemos todo um trabalho diferenciado para que elas possam se desenvolver. Dos 7 aos 9 vamos preparamos essas meninas e, a partir dos 9 anos já podemos colocá-las para competir pelo pré-infantil”, explica Coelho.

As meninas do rendimento treinam cinco dias por semana, de segunda a sábado, com folgas às quartas-feiras. Já os treinos da iniciação ocorrem duas vezes por semana, às terças e quintas-feiras, na quadra do Centro Integrado de Atenção Psicossocial (Ciaps), onde era localizado o antigo Colégio Honório Miranda. Mais informações sobre o projeto podem ser obtidas diretamente na Fundação Municipal de Esportes de Brusque ou no telefone: 3351-3384.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Embate na discussão sobre cargos comissionados

O projeto de lei 62/2019, que altera artigos de legislações anteriores sobre nomeação de cargos comissionados na Câmara de Vereadores de Brusque, deu o que falar na sessão desta terça-feira (17). A proposta já teve a votação adiada e o motivo foi a extinção da exigência de escolaridade para todas as funções. Um novo pedido de vistas feito pela vereador Marcos Deichmann (Patri) irritou o...
Continuar lendo...

Após 21 horas de trabalho ininterrupto bombeiros finalizam ocorrência de incêndio, em Botuverá

Os Bombeiros foram acionados por volta das 22h49 de ontem (24) para atender um incêndio em uma empresa têxtil, em Botuverá. O trabalho se estendeu até essa quarta-feira (25) às 20 horas, totalizando 21 horas de trabalho ininterrupto Trabalharam na ocorrência 30 Bombeiros Militares e Bombeiros Comunitários que se revezaram em dois turnos de trabalho, com apoio dos brigadistas da Empresa e da Prefeitura Municipal de Botuverá, além das...
Continuar lendo...

Carteira de Trabalho Digital entra em vigor a partir de hoje

Os brasileiros passam a contar, a partir de hoje (24), com a Carteira de Trabalho Digital, documento totalmente em meio eletrônico e equivalente à antiga Carteira de Trabalho e Previdência Social física. Segundo a Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, a mudança vai assegurar facilidades para trabalhadores e empregados, com redução da burocracia e custos. Por exemplo: ao ser contratado, o novo empregado não...
Continuar lendo...