Investimento nos esportes de base começa a render frutos para Brusque

Os resultados do investimento que a Prefeitura de Brusque vem fazendo no esporte de base brusquense começa a dar resultados. A ginástica rítmica feminina, por exemplo, faturou dois ouros nos Joguinhos Abertos, em Rio do Sul, durante a última semana. Atualmente, duas políticas públicas dão o devido suporte para os esportistas da cidade: o Bolsa Atleta e o Bolsa Técnico.

A iniciativa vem como uma mudança da gestão esportiva em âmbito governamental, que busca dar mais suporte para os desportistas de Brusque, para que os resultados e os frutos fiquem na cidade. Para isso, os investimentos somam cerca de R$ 100 mil, sendo que cerca de 70% do dinheiro investido está em modalidades de base, seja para a preparação esportiva dos jovens atletas ou, então, para os treinadores que atuam com a base esportiva.

Os recursos são divididos proporcionalmente entre as duas modalidades de bolsa, a técnico e a atleta. Ao todo, são cerca de 18 modalidades atendidas, além do paradesporto, beneficiando mais de 65 atletas e cerca de 34 treinadores. 

O superintendente da Fundação Municipal de Esporte de Brusque (FME), Olavo Laranjeira Telles, destacou como o Governo de Brusque vem trabalhando, pensando no futuro do esporte brusquense.

"Estamos com a preocupação de investir na base, fazer o esporte mais local e regional, é em cima disso que nós estamos trabalhando. Hoje, a maioria das bolsas estão voltadas para os atletas que participam de Olesc, Joguinhos e auxiliando as equipes que têm know how (conhecimento) para os Jasc. Mas nosso objetivo é fortalecer a base, fortalecer as associações e os clubes no desenvolvimento de potenciais atletas”, destacou.

Voltando para a ginástica rítmica. Nos Joguinhos Abertos de Santa Catarina, a equipe brusquense da modalidade reuniu atletas de 13 a 15 anos, e pela primeira vez conquistou o título de campeã geral da modalidade, com uma equipe composta por oito jovens. As brusquenses garantiram ainda o ouro no conjunto cinco arcos.

O vôlei é outra modalidade que é uma referência na cidade e vem realizando um ótimo trabalho na base. A atleta Julia Harthman Sebold, de 16 anos, participou dos Joguinhos e pela primeira vez foi a capitã da equipe. Ela falou do quanto o bolsa atleta a ajuda a permanecer praticando o vôlei. "Me ajuda a me manter treinando, comprando equipamento, e no transporte. Sem este dinheiro seria muito mais difícil, ajuda muito e incentiva a jogar", explicou.
 
Rendimento também tem investimento e resultados
Além da gestão focada na base, a prefeitura de Brusque mantém o investimento no esporte de rendimento da cidade. Um dos exemplos com bom resultado é do ciclista brusquense André Gohr, que recebe o bolsa atleta municipal, e no último mês de junho, com apenas 22 anos, foi campeão brasileiro do ciclismo na categoria elite, prova contrarrelógio, competição realizada na cidade de  Paulínia (SP).

Basquete
A equipe Brusque Basquete/FME/Aradefe/Trimania é outro case de bom investimento. O time brusquense vem sempre brigando por bons resultados e levando um bom público para a Arena Brusque. 

Resultados recentes 
4º lugar no Campeonato Brasileiro de Basquete;
3º lugar na Copa SC de Basquete Adulto;
Dos últimos nove estaduais, foi finalista em oito. No ano passado foi vice sul-brasileiro;
Campeão dos jogos abertos 2017 e 3º terceiro ano passado;
O time também participou de duas ligas ouros, que dá acesso a NBB;

Resultado nos Joguinhos 2019 - idade entre 15 a 18 anos no geral

Ouro
Ginástica Rítmica Feminino (duas medalhas)
Futsal Feminino
Atletismo feminino
Prata
Atletismo feminino (cinco medalhas)
Atletismo masculino (duas)
Ginástica rítmica feminino (duas)

Bronze
Atletismo feminino (três medalhas)
Atletismo masculino (duas)
Judô masculino 
Karatê masculino 
Natação masculino
Natação feminino

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões