Suspeito de atear fogo em ex-companheira é preso em SP

A Polícia Civil de Santa Catarina, por intermédio do Setor de Investigação da DPCAMI (Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso) de Itajaí, com o apoio da Polícia Civil do Estado de São Paulo, localizou na terça-feira (30) o suspeito de atear fogo em sua ex-companheira em dezembro de 2018 no bairro Barra do Rio, em Itajaí.

O crime ocorreu após a vítima terminar seu relacionamento com o suspeito. O homem jogou então álcool líquido no corpo da mulher, utilizando uma caixa de fósforos para atear fogo em seu corpo. Na ocasião, o SAMU e a Polícia Militar foram chamados, mas o suspeito fugiu antes da chegada do socorro. A vítima sofreu queimaduras de segundo grau, passando por cirurgias e ficando internada por dez dias no Hospital Marieta Konder Bornhausen.

Após diversas diligências, foi descoberto que o suspeito estava escondido na casa de parentes na Zona Sul de São Paulo. Com o apoio da Equipe de Intervenção Estratégica  da 6ª Seccional de Santo Amaro do estado de São Paulo, o homem foi preso preventivamente nesta terça-feira. O suspeito foi encaminhado para o sistema prisional de São Paulo e será transferido para Santa Catarina.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões