ANTT publica novas regras para cálculo do frete mínimo

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou as novas regras para o cálculo do frete mínimo de transporte de cargas. Com as alterações publicadas ontem (18), a nova resolução sobre o tema prevê que o cálculo do frete mínimo passará a considerar 11 categorias na metodologia coeficientes dos pisos mínimos. A resolução também amplia os itens levados em consideração para o cálculo.

Segundo a norma, o cálculo do piso mínimo de frete levará em consideração o tipo de carga e serão aplicados dois coeficientes de custo: um envolvendo o custo de deslocamento (CCD) e, outro, de carga e descarga (CC), que levará em consideração o número de eixos carregados. A resolução determina ainda que será levada em consideração a distância percorrida pelo caminhoneiro.

A resolução da ANTT detalha a multa para quem contratar o serviço abaixo do piso mínimo. A pena a ser aplicada é de duas vezes a diferença entre o valor pago e o piso devido, sendo que é de no mínimo R$ 500 e de, no máximo, R$ 10.500. Já quem ofertar contratação do transporte de rodoviário de carga abaixo do piso mínimo pode ser multado em R$ 4.975.

No final de maio, a agência reguladora anunciou o fim da aplicação de multa aos caminhoneiros que descumprissem a tabela ou denunciassem a empresa que não paga valor mínimo do frete. De acordo com a ANTT, a aplicação de penalidades aos caminhoneiros acabava desmotivando os motoristas a denunciar as empresas que estavam pagando o preço abaixo da tabela. Com a alteração, nenhum caminhoneiro autônomo pode ser multado caso esteja transportando cargas no valor abaixo do piso mínimo de frete estabelecido.

De acordo com a ANTT, a medida estabelecida na resolução desmotivava os motoristas a denunciar as empresas que estavam pagando o preço abaixo da tabela, pois eles recebiam o mesmo tipo de punição aplicada às empresas embarcadoras. Com a alteração, nenhum caminhoneiro autônomo pode ser multado caso esteja transportando cargas no valor abaixo do piso mínimo de frete estabelecido.

A ANTT informou ainda que vai aprofundar, até janeiro do próximo ano, os estudos para tratamento de cargas especiais - vidros, animais vivos, guincho para reboque de veículos, produtos aquecidos, logística reversa de resíduos sólidos, granéis em silo, entre outros -; tratamento específico de cargas fracionadas e para transporte dedicado voltando vazio. A agência vai analisar ainda o destaque do diesel na fórmula do piso mínimo.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Nasa investiga possível primeiro crime cometido no espaço

O jornal, New York Times, divulgou no sábado (24) que a astronauta Anne McClain está sendo investigada pela Nasa como suspeita de ter cometido o que pode vir a ser o primeiro crime cometido no espaço. Ela é acusada de roubo de identidade e acesso irregular aos registros financeiros de sua ex-mulher a partir da Estação Espacial Internacional (ISS) onde realizava uma missão durante seis meses, segundo o New York...
Continuar lendo...

Homem cai de telhado em Guabiruba

A guarnição dos Bombeiros atenderam na manhã desta quinta-feira (01) por volta das 11h26, uma ocorrência na Rua Vicente Kormann no Bairro Centro em Guabiruba. Um homem caiu de um telhado onde trabalhava. Conforme os Bombeiros ele estava aproximadamente a 8 metros de altura. Na chegada da guarnição a vítima estava consciente, deitado sobre o piso e dizia ter dores na região dorsal e lombar. Após avaliação o homem...
Continuar lendo...

Delegada defende critérios para concessão de medida protetiva

A delegada titular da Dpcami (Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente a Mulher e o Idoso), Rosi Barbosa Serafim, participou na manhã desta quarta-feira (2) do programa Rádio Revista TV e falou de seus projetos frente à delegacia especializada que ela assumiu recentemente. Ao falar da ferramenta de defesa das mulheres, a medida protetiva, a delegada disse que um de seus projetos é instruir as mulheres para o pedido desta medida, uma...
Continuar lendo...