ANTT publica novas regras para cálculo do frete mínimo

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou as novas regras para o cálculo do frete mínimo de transporte de cargas. Com as alterações publicadas ontem (18), a nova resolução sobre o tema prevê que o cálculo do frete mínimo passará a considerar 11 categorias na metodologia coeficientes dos pisos mínimos. A resolução também amplia os itens levados em consideração para o cálculo.

Segundo a norma, o cálculo do piso mínimo de frete levará em consideração o tipo de carga e serão aplicados dois coeficientes de custo: um envolvendo o custo de deslocamento (CCD) e, outro, de carga e descarga (CC), que levará em consideração o número de eixos carregados. A resolução determina ainda que será levada em consideração a distância percorrida pelo caminhoneiro.

A resolução da ANTT detalha a multa para quem contratar o serviço abaixo do piso mínimo. A pena a ser aplicada é de duas vezes a diferença entre o valor pago e o piso devido, sendo que é de no mínimo R$ 500 e de, no máximo, R$ 10.500. Já quem ofertar contratação do transporte de rodoviário de carga abaixo do piso mínimo pode ser multado em R$ 4.975.

No final de maio, a agência reguladora anunciou o fim da aplicação de multa aos caminhoneiros que descumprissem a tabela ou denunciassem a empresa que não paga valor mínimo do frete. De acordo com a ANTT, a aplicação de penalidades aos caminhoneiros acabava desmotivando os motoristas a denunciar as empresas que estavam pagando o preço abaixo da tabela. Com a alteração, nenhum caminhoneiro autônomo pode ser multado caso esteja transportando cargas no valor abaixo do piso mínimo de frete estabelecido.

De acordo com a ANTT, a medida estabelecida na resolução desmotivava os motoristas a denunciar as empresas que estavam pagando o preço abaixo da tabela, pois eles recebiam o mesmo tipo de punição aplicada às empresas embarcadoras. Com a alteração, nenhum caminhoneiro autônomo pode ser multado caso esteja transportando cargas no valor abaixo do piso mínimo de frete estabelecido.

A ANTT informou ainda que vai aprofundar, até janeiro do próximo ano, os estudos para tratamento de cargas especiais - vidros, animais vivos, guincho para reboque de veículos, produtos aquecidos, logística reversa de resíduos sólidos, granéis em silo, entre outros -; tratamento específico de cargas fracionadas e para transporte dedicado voltando vazio. A agência vai analisar ainda o destaque do diesel na fórmula do piso mínimo.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Elenco segue preparação visando estreia na copa SC

O Brusque continua se  preparando para a disputa da Copa Santa Catarina. Na sexta-feira, 30, os atletas trabalharam a parte física na academia pela manhã e a tarde realizaram um treino tático no CT Rolf Erbe sob o comando do técnico interino Jersinho Testoni. Na atividade, Testoni trabalhou as bolas aéreas e confronto mano a mano entre os atletas. O torcedor já tem data marcada para matar a saudade do Bruscão. O clube estreia na defesa...
Continuar lendo...

Turismo da região contará com site de divulgação

No programa Rádio Revista Cidade desta segunda-feira (02), Luis Felipe Zen Cherem, presidente  do Vale dos Teares Conventions & Visitors Bureau e a secretária executiva Francine Michele Rita, falaram sobre a retomada das atividades do Bureau. Luis Felipe assumiu a presidência da entidade em 2017, e com uma proposta de uma abrangência maior de atuação em outros municípios da região como Guabiruba, Botuverá, e...
Continuar lendo...

Caminhões colidem e pegam fogo na rodovia

Dois caminhões pegaram fogo na BR 101, entre Balneário Camboriú e Itapema, esta tarde. O fogo surgiu após os dois colidirem e a altura das chamas fez com que a cena fosse vista a vários quilômetros. A rodovia ficou com transito interrompido nos dois sentidos. O fato ocorreu por volta de 13h e somente perto da 15h30 que uma das pistas foi liberada. Não há muita informação ainda obre o que causou a colisão entre s...
Continuar lendo...