Brusque perde na Bahia por 1 a 0 e decidirá vaga no Augusto Bauer

O Brusque FC enfrentou a Juazeirense na tarde desta segunda-feira (15), no Estádio Adauto Moraes, em Juazeiro (BA) no primeiro confronto das quartas-de-final da Série D do Campeonato Brasileiro. Ainda sem Magrão e Edilson, o técnico Waguinho Dias manteve Ianson na zaga e improvisou Zé Matheus na lateral, buscando um resultado positivo no jogo de ida desta fase. 

O jogo começou equilibrado e apesar da alta temperatura, na casa dos 31ºC, o time catarinense mostrou a mesma determinação dos jogos anteriores e tentou encarar o adversário de igual para igual. A melhor oportunidade do Bruscão foi nos pés de Júnior Pirambú, aos 16’, mas não deu em nada. Aos 27’ o zagueiro Ianson teve boa oportunidade, de cabeça, mas a arbitragem marcou impedimento no lance.

Aos 24’, Cesinha em chute de fora da área, no canto esquerdo de Zé Carlos, aproveitou bem a primeira oportunidade de time baiano e conseguiu abrir o marcador, 1 a 0 Juazeirense. Foi um gol indefensável e de rara felicidade de quem bateu no ângulo. 

Nos minutos finais da primeira etapa o Brusque tentou criar, como aos 38’ com Thiago Alagoano e driblou a marcação e bateu em cima da defesa, na sobra Romarinho completou para fora, assustando o adversário. O Juazeirense respondeu e através de Cesinha teve a oportunidade de ampliar, mas Zé Carlos fez ótima defesa. 

Os minutos finais mostraram que o jogo estava aberto e já nos acréscimos o Brusque criou a oportunidade de empatar e foi pressão total do time comandado por Waguinho Dias. Foram dois escanteios seguidos que a defesa baiana salvou. O técnico brusquense, na saída de campo, disse que o único lance de perigo criado pelo adversário foi o gol do lateral que acertou um chute de longa distância, mas evidenciou as oportunidades criadas pelo Brusque, faltando apenas a finalização correta. 

SEGUNDO TEMPO

O Brusque voltou com o mesmo time que terminou a primeira etapa. Nos primeiros minutos o Brusque foi pra cima do adversário e criou três boas oportunidades. Antes dos 10’ do segundo tempo o Juazeirense tirou Nino Guerreiro e colocou Gustavo Balotelli. Já no Brusque o técnico Waguinho Dias tirou o jogador Fio, que pouco apareceu no jogo e colocou Thiago Henrique, tentando empatar a partida. 

Aos poucos o Juazeirense equilibrou o jogo e criou a chance de ampliar aos 16’ com Emílio, que cabeceou e por muito pouco a bola não entrou. Logo depois o Brusque tirou o atacante Júnior Pirambu e colocou Vinícius, buscando melhorar o ataque e tentando empatar a partida. As alterações fizeram o time catarinense melhorar. Com isso, o Juazeirense tirou Jeam e colocou Hugo, atacante. Ainda entrou Willian Kaefer para a saída de Rodrigo Ramos, queimando a terceira substituição no time da casa. 

No Brusque, saiu Jefferson Renan para a entrada de Leilson, a última alteração no Brusque. Em seu primeiro lance, Leilson sofreu falta rente a linha lateral da grande área, mas na cobrança a zaga do Juazeirense tirou, na sobra o próprio Leilson teve a chance de empatar, aos 41’, mas desperdiçou uma das melhores oportunidades do time brusquense. Logo em seguida Ianson também se apresentou no ataque e teve a chance de concluir, mas sem objetividade. Aos 44’ nova oportunidade do Brusque, mas a zaga salvou de novo aquele que seria o gol de empate. No último lance do jogo o Brusque teve marcado um impedimento de ataque e o jogo terminou com a vitória do Juazeirense por 1 a 0. 

O técnico Waguinho Dias disse ao final do jogo que o Brusque não decepcionou e tem  a partida da volta, em Brusque, onde o Estádio Augusto Bauer vai virar um “caldeirão” no próximo domingo (21) com a torcida fazendo sua parte. Falta só um jogo para o sonhado acesso do Brusque à Série C, mas para isso terá que vencer por dois ou mais gols de diferença. Uma vitória simples leva a decisão para as penalidades e empate ou derrota classifica o Juazeirense.  

FICHA TÉCNICA

Juazeirense 1 x 0 Brusque

Gol de Cesinha aos 24’ do 1º tempo

Juazeirense / Gleibson; Rodrigo Ramos (Willian Kaefer), Emílio, Emerson e Cesinha; Waguinho, Iran, Toni Galego; Ewerton, Nino Guerreiro (gustavo Balotelli) e Jeam (Hugo). Técnico: Cleverson Maurilio Silva. 

Brusque / Zé Carlos; Zé Matheus, Ianson, Cleitão e Airton; Ruan, Thiago Alagoano e Romário; Fio (Thiago Henrique), Júnior Pirambu (Vinícius) e Jefferson Renan. Técnico: Waguinho Dias.

Arbitragem - Ricardo Marques Ribeiro, auxiliado por Fabrício Vilarinho da Silva e Sidmar dos Santos Meurer.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Acidente deixa um ferido grave na Travessa Dom Joaquim

Por volta das 15h14 desta sexta-feira (16), na Travessa Dom Joaquim, bairro Dom Joaquim, em Brusque, a guarnição do ASU-355 de Guabiruba juntamente com a guarnição do ABTR-114 de Brusque atenderam um acidente de trânsito envolvendo um caminhão e uma motocicleta com colisão frontal. O condutor do caminhão Mercedes Benz de cor branca, com placa de Guabiruba, N.R.F., de 42 anos, nada sofreu, todavia possui histórico clínico...
Continuar lendo...

Merendeiras e serventes participaram de capacitação na EEF João Hassmann

Sempre buscar por conhecimento a mais é algo valioso. Isso foi provado na última quinta feira (25), quando a Secretaria Municipal de Educação de Brusque realizou uma capacitação para serventes e merendeiras na Escola de Ensino Fundamental João Hassmann. Mais de 360 participantes compareceram à oficinas de assuntos referentes ao dia a dia nas escolas. A capacitação aborda desde o aproveitamento do resto de alimentos, que...
Continuar lendo...

De cada 100 inadimplentes, 37 devem até R$ 500

Um levantamento feito pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostra que a cada dez consumidores que começaram o mês de agosto com o CPF inscrito na lista de inadimplentes 37% devem até R$ 500. O levantamento constatou ainda que 53% dos brasileiros com contas atrasadas têm dívidas que não superam R$ 1 mil. Outros 20% devem algum valor entre R$ 1.000...
Continuar lendo...