INSS inicia revisão em benefícios com suspeita de irregularidade

O INSS vai analisar os processos administrativos que apresentem indícios de irregularidade e potencial risco de realização de gastos indevidos na concessão de benefícios administrados pelo INSS, bem como dos requerimentos de benefícios com prazo legal expirado.

Poderão ser analisados, pelos próximos 18 meses, até três milhões de benefícios com indícios de irregularidades apontadas pelos órgãos de controle como o Tribunal de Contas da União (TCU), Controladoria-Geral da União (CGU) e Força Tarefa Previdenciária.

A resolução permite ainda a análise de requerimentos de benefícios feito ao INSS pendentes a mais de 45 dias. Para isso, será pago aos cerca de 11 mil servidores que se inscreveram no programa de revisão, R$ 57,50 por processo concluído. Com o programa, o INSS espera zerar o estoque de benefícios pendentes de análise, além de intensificar o combate às fraudes.

Vale destacar que, ao longo do processo, um dos objetivos principais do INSS é identificar as fragilidades e vulnerabilidades do Instituto, aperfeiçoar os controles internos e mitigar as deficiências que possam vir a gerar fraudes ou pagamentos indevidos. Desta forma, o processo de revisão, além de contribuir para a economia nos cofres públicos, fornecerá subsídios para processo interno de aprendizagem e para fortalecer a prevenção de irregularidades.

Também neste momento, o INSS informa que dará total prioridade para que os pedidos pendentes de análise, em todo o país, sejam rapidamente atendidos, para pronta resposta ao cidadão.

Vale ressaltar que, mesmo antes de iniciar efetivamente o pagamento do bônus e o processo de revisão, o INSS, ao longo do 1º semestre, realizou 806 mil notificações a segurados que recebem benefícios com algum tipo de inconsistência. Nas próximas semanas, novas notificações serão feitas aos segurados prioritariamente pela rede bancária e, caso necessário, através de carta no endereço já cadastrado no INSS pelo próprio segurado.

O INSS priorizará os casos em que há maior potencial de lesão aos cofres da previdência, ou seja, aqueles com maiores indícios de irregularidades.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Brusque FC perdia por dois gols e busca empate nos acréscimos

Na noite de segunda-feira (09), o Brusque FC recebeu no estádio Augusto Bauer o Boa Esporte pelo Campeonato Brasileiro da Série C e empatou em 2 a 2. Na partida, o Brusque não teve Jerson Testoni à beira do gramado. O técnico foi diagnosticado com Covid-19. O auxiliar Fernando Borba foi que esteve comandando a equipe na área técnica. Agora são sete jogos no Augusto Bauer, cinco vitórias e dois empates. Nos primeiros minutos de...
Continuar lendo...

Marreco treina focado em manter a liderança isolada

O Brusque Futebol Clube voltou aos treinos na tarde desta quarta-feira (7), no CT. O grupo quadricolor iniciou a preparação para encarar o Ypiranga, no domingo (11), às 15h30, em Erechim - RS, pelo Campeonato Brasileiro. Após a vitória na última segunda-feira (5), diante do Criciúma, o primeiro treino da semana foi comandado pelo técnico Jerson Testoni. Na primeira parte do treino, os atletas que não atuaram e os que jogaram...
Continuar lendo...

Natação Brusque participa de travessia e Festival Mirim Petiz

Os atletas da equipe Natação Brusque/FME participaram no fim de semana de um dos últimos desafios da temporada de 2019. Lucas Rech participou no sábado (6) do Circuito Ocean de Águas Abertas. A disputa, realizada na Ponta do Papagaio, em Palhoça, foi a terceira de um total de cinco etapas. Rech acabou com o segundo lugar na prova dos 1500 metros. Ele ficou atrás apenas do nadador Lucas Davassac Machado, segundo melhor nadador do Brasil na...
Continuar lendo...