INSS inicia revisão em benefícios com suspeita de irregularidade

O INSS vai analisar os processos administrativos que apresentem indícios de irregularidade e potencial risco de realização de gastos indevidos na concessão de benefícios administrados pelo INSS, bem como dos requerimentos de benefícios com prazo legal expirado.

Poderão ser analisados, pelos próximos 18 meses, até três milhões de benefícios com indícios de irregularidades apontadas pelos órgãos de controle como o Tribunal de Contas da União (TCU), Controladoria-Geral da União (CGU) e Força Tarefa Previdenciária.

A resolução permite ainda a análise de requerimentos de benefícios feito ao INSS pendentes a mais de 45 dias. Para isso, será pago aos cerca de 11 mil servidores que se inscreveram no programa de revisão, R$ 57,50 por processo concluído. Com o programa, o INSS espera zerar o estoque de benefícios pendentes de análise, além de intensificar o combate às fraudes.

Vale destacar que, ao longo do processo, um dos objetivos principais do INSS é identificar as fragilidades e vulnerabilidades do Instituto, aperfeiçoar os controles internos e mitigar as deficiências que possam vir a gerar fraudes ou pagamentos indevidos. Desta forma, o processo de revisão, além de contribuir para a economia nos cofres públicos, fornecerá subsídios para processo interno de aprendizagem e para fortalecer a prevenção de irregularidades.

Também neste momento, o INSS informa que dará total prioridade para que os pedidos pendentes de análise, em todo o país, sejam rapidamente atendidos, para pronta resposta ao cidadão.

Vale ressaltar que, mesmo antes de iniciar efetivamente o pagamento do bônus e o processo de revisão, o INSS, ao longo do 1º semestre, realizou 806 mil notificações a segurados que recebem benefícios com algum tipo de inconsistência. Nas próximas semanas, novas notificações serão feitas aos segurados prioritariamente pela rede bancária e, caso necessário, através de carta no endereço já cadastrado no INSS pelo próprio segurado.

O INSS priorizará os casos em que há maior potencial de lesão aos cofres da previdência, ou seja, aqueles com maiores indícios de irregularidades.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Homem é preso com R$ 110 mil escondidos em painel de carro

Policiais rodoviários federais prenderam na noite de sábado (03), na BR 101 em Itapema, um homem com R$ 110 mil em notas sem explicação para a origem do dinheiro. Os agentes receberam a informação de que um Fiat/Uno placas de Itajaí traria drogas para Itapema. O veículo foi localizado no km 143 da rodovia, e durante revista minuciosa, os agentes descobriram que no compartimento reservado ao airbag do passageiro havia R$110.781,00 (cento...
Continuar lendo...

SC tem dois casos confirmados de coronavírus

Dados divulgados pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica de SC (Dive) confirmou dois casos de coronavírus no Estado. De acordo com a Dive estes são os primeiros casos confirmados em SC, tratam-se de uma mulher, e um homem que foram atendidos na Capital do Estado. Além da confirmação destes dois primeiros casos de coronavírus, ainda são aguardados resultados de exames de mais 73 pacientes considerados suspeitos. A partir desta...
Continuar lendo...

Estação BBike é vandalizada antes mesmo de inauguração

“Não vamos desistir”. A afirmação é de Valério Kosel, servidor público lotado na Secretaria Municipal de Trânsito e Mobilidade (Setram). Kosel é o responsável designado pelo Bbike, projeto que visa a implantação de estações de bicicletas compartilhadas na cidade de Brusque, parte das 50 Parcerias Municipais do Clima.  Na manhã desta segunda-feira (7), o arquiteto ficou sabendo...
Continuar lendo...