Brusque vence o Boavista por 3 a 0 e fica a dois jogos da Série C

O Brusque entrou em campo na noite desta segunda-feira (8) para enfrentar o Boavista (RJ) precisando vencer no tempo normal ou nas penalidades para passar às quartas-de-final da Série D do Campeonato Brasileiro. Com apenas uma alteração no sistema defensivo, o time comandado por Waguinho Dias sabia da necessidade de buscar o resultado positivo no tempo regulamentar.

O primeiro tempo foi irritante, de tanto abdicar do jogo o time visitante. O goleiro Pitol chegou a levar cartão amarelo por fazer cera. O Brusque teve muita dificuldade para entrar no sistema defensivo e uma das melhores oportunidades veio de bola parada, em cobrança de falta desperdiçada pelo time brusquense.

Quando o jogo já caminhava para o encerramento do primeiro tempo, Airton fez boa jogada pela esquerda e cruzou para a área. Jefferson Renan dominou e bateu no ângulo superior direito d goleiro do Boavista, abrindo o marcador nos segundos finais de jogo, aos 47’. Foi um balde de água fria para o time que não jogou e tentou não deixar o Bruscão jogar.

SEGUNDO TEMPO

Em apenas cinco minutos do tempo regulamentar o Boavista mostrou mais futebol que no primeiro tempo inteiro. O Brusque buscou administrar o resultado positivo e segurou o ímpeto dos cariocas. Para dar mais poder ofensivo, Michel e Juan entraram para as saídas de Admilton e Ralph no Boavista. Waguinho também mexeu e tirou Fio para a entrada de Thiago Henrique no Brusque.

Um erro de passe aos 23’ no Boavista permitiu boa jogada através de Jefferson Renan, mas sem aproveitamento. O time passou a sentir a marcação e não dava para deixar o torcedor respirar, pois tudo poderia acontecer. O Boavista teve mais uma oportunidade em cobrança de falta

O Brusque teve ótima oportunidade através de um contra-ataque com três contra dois, mas Thiago Henrique errou o passe. Em seguida, Tiago Mosquito entrou e saiu Luiz Soares no Boavista. Já no Brusque entrou Zé Matheu para a saída de Thiago Alagoano. O torcedor tentou empurrar o time cantando e vibrando muito. Romarinho sentiu uma contusão e Rodinei entrou em seu lugar.

Quando o Boavista ameaçou uma reação, dois contragolpes do Bruscão arrebentaram com o adversário. Aos 39’, Jefferson Renan lançou Thiago Henrique que marcou o segundo e menos de três minutos depois Zé Matheus pegou um cruzamento da direita e bateu para o fundo da meta, fazendo 3 a 0 para o Bruscão. Com a vitória, o time de Waguinho assumiu a ponta da classificação geral.

O Brusque está a dois jogos de chegar a série C do Campeonato Brasileiro. Na próxima fase, as quartas-de-final, o time brusquense enfrenta a Sociedade Desportiva Juazeirense, de Juazeiro (BA). A primeira partida será no próximo domingo na casa do adversário, Estádio Adauto Moraes, decidindo em casa a vaga para atingir o sonho de disputar a Série C do Brasileiro. 

A equipe esportiva da Rádio Cidade escolheu Jefferson Renan como o melhor em campo. 

FICHA TÉCNICA

 

Brusque 3 x 0 Boavista

 

Brusque - Zé Carlos; Edilson, Ianson, Cleitão e Airton; Ruan, Thiago Alagoano (Zé Matheus) e Romário (Rodinei); Fio (Thiago Henrique), Júnior Pirambu e Jefferson Renan. Técnico Waguinho Dias.

Boavista - Marcelo Pitol; Gabriel Cassimiro, Admilson, Alivelton e Christianno; Ralph; Douglas Pedroso, Erick Flores; Luiz Soares, Felipe Augusto e Dija Baiano. Técnico Eduardo Allax. 

Arbitragem - Cláudio Francisco Lima e Silva, auxiliado por Cleriston Clay Barreto Rios e Rodrigo Guimarães Pereira. 

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões