Justiça proíbe empresa de retirar placas das ruas

A justiça proibiu a empresa D2 Distribuidora, de Itajaí, de retirar qualquer tipo de placas públicas fixadas no perímetro urbano de Brusque até que uma nova concessionária assuma a prestação do serviço. A decisão foi proferida a partir de ação movida pela Prefeitura contra a empresa.

O caso está relacionado às placas que vinham sendo removidas em diversas ruas da cidade, na quais constam a identificação da via e publicidade. A D2 era quem executava a instalação das referidas placas e alegava que estava penas recolhendo o que era seu, após término do contrato para explorar o serviço.

O caso ganhou notoriedade após câmeras flagrarem no mês passado funcionários da empresa arrancando as placas e os materiais que as sustentavam. A Rádio Cidade e o site da emissora noticiaram o fato, que criou dúvidas na população sobre o que estava correndo não furto dos objetos.

No mesmo período, a própria Prefeitura divulgou nota ficial em que apontava o furto das placas. O caso chegou a ser registrado na Delegacia de Polícia Civil. Dias depois, foi revelado que se tratava de ação da empresa que estava credenciada a executar as instalações das placas, cujo contrato havia expirado.

Na decisão, a justiça determina que a D2 Distribuidora não retire as placas, sob pena de multa diária de R$ 500 diários.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões