Luciano Hang monta “arapuca” para pegar ativistas do MTST

O empresário brusquense Luciano Hang usou as mídias sociais para responder ao MTST (Movimento dos Trabalhadores  Sem Teto) em sua live desta quinta-feira (4). O dono da rede de lojas Havan foi enfático ao montar seu comentário e dizer que estava montando uma arapuca para pegar os integrantes do MTST, usando pão com mortadela e uma carteira de trabalho.  

Na manhã desta quinta-feira (4), manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), realizaram um protesto na loja da Havan no Itaquá Garden Shopping, em Itaquaquecetuba, São Paulo. O movimento era contra a reforma da Previdência e também contra o empresário Luciano Hang, que abertamente apoia o presidente Jair Bolsonaro e a reforma.

O grupo ligado ao MTST entrou na loja, encheram os carrinhos com produtos como edredons, travesseiros e roupas. Quando passaram no caixa para pagar, foi apresentando um cheque simbólico gigante, no valor de 168 milhões de reais, “assinado” por Luciano Hang ao povo brasileiro. Segundo os manifestantes, o valor refere-se à dívida que o empresário supostamente tem com a Receita Federal e o INSS em 2004.

 

Nota da Havan na íntegra

“Na manhã de hoje, um grupo identificado como integrante do MTST esteve na loja da Havan de Itaquaquecetuba (SP). Apresentando informações falsas, afirmando que realizava protesto contra o Luciano Hang por seu apoio à Reforma da Previdência, o grupo ameaçou funcionários, depredou a loja e seus produtos, e tentou retirar itens da filial sem pagar.

É lamentável que, para supostamente expressarem sua opinião sobre o tema Política, o MTST opte por realizar um ato violento e voltado contra a pessoa do Luciano, ao invés de tratar de fato sobre a Previdência. É ainda mais reprovável que tentem constranger ilicitamente os colaboradores da loja durante seu período de trabalho e os clientes, no período de lazer.

A Havan e o empresário Luciano Hang esclarecem, ainda, que não são devedores da Previdência e pagam bilhões de reais em impostos e contribuições. Por isso é ilegal o ato do MTST, baseado em afirmações mentirosas e acompanhado de postura violenta e ofensiva.

As autoridades policiais foram chamadas e o grupo deixou o local”.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões