Assaltantes são presos pela PM após segundo assalto no dia

Por volta das 22h15 desta quinta-feira, dois homens armados com uma faca e uma pistola dominaram um casal de proprietários de uma lanchonete e a funcionária, na rua São Leopoldo, bairro São Luiz. Eles chegaram pedindo o dinheiro e ameaçando as vítimas. O dono do comércio, de 64 anos de idade, entrou em luta corporal com o assaltante que estava armado com a faca e conseguiu desarmá-lo, após um golpe que rasgou sua camiseta na altura do peito.

Os bandidos se apossaram de cerca de R$ 700. A mulher de 57 anos, ao ver o esposo em luta com um dos bandidos, saiu gritando e pedindo por socorro. Os ladrões correram e entraram em um veículo que estava estacionado nas proximidades. Um operário que saia do trabalho e ouviu os pedidos de socorro da mulher, entrou em seu veículo e anotou a placa do carro usado na fuga, um Fiat Pálio Fire, de cor verde, placas de Brusque.

A Polícia Militar foi acionada e rapidamente mobilizou a Rocam (Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas), o PPT (Pelotão de Patrulhamento Tático) e mais três guarnições de área. Foi formado um cerco na região e o veículo localizado com um dos assaltantes, já que o outro ficou para trás após  lutar com a vítima, que além da faca ainda tirou a blusa que o ladrão usava e teve que abandonar a mesma e correr após ser desarmado.

Um dos comparsas pegou uma motocicleta Honda C100 Biz, de cor vermelha, placa de Brusque, e foi buscar o parceiro que ficou para trás, pois tinha sido preso, mas eles não sabiam. Os policiais perceberam a movimentação do piloto e fizeram a abordagem. Com isso, descobriram que além do envolvimento no assalto à lanchonete, a Biz tinha sido usada no período da manhã no assalto a uma farmácia, no bairro Santa Terezinha, praticado pelos mesmos elementos e que foi levado um valor ainda maior no roubo. Os elementos usavam as mesmas roupas e a mesma arma, que foi encontrada na residência onde o terceiro marginal se escondia.

O veículo Pálio e a motocicleta foram apreendidos, bem como a faca e a pistola, que era um simulacro. “Eu percebi que a arma não era verdadeira, mas como não tinha 100% de certeza, preferi correr e pedir socorro”, disse a esposa do proprietário. Já o idoso disse que não reagiu, apenas se defendeu e entrou em luta com o assaltante. “Na hora que ele ergueu o braço para me dar uma facada, eu agarrei no braço dele e lutamos, foi quando ele atingiu meu peito e rasgou minha camisa”, contou o proprietário.

A funcionária também foi ameaçada pelo ladrão que estava com a pistola e todos agradeceram a Polícia Militar por conseguir prender todos os envolvidos. No entanto, nenhum dinheiro foi recuperado. O delegado Alex Bonfim Reis, de plantão na madrugada desta sexta-feira (21) está ouvindo os envolvidos e autuando os bandidos, de 26, 30 e 31 anos de idade, responsáveis pelos dois roubos em um só dia. Todos eles já têm passagens pela polícia por outros crimes.  

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões