Comunidade brusquense prestigia a festa de São Luís Gonzaga

 

 

Neste final de semana, a Paróquia São Luís Gonzaga realizou sua tradicional festa em homenagem ao padroeiro. Na manhã de domingo, 16 de junho, foi celebrada a missa com a presença dos 163 festeiros, presidida pelo pároco, padre Diomar Romaniv, e concelebrada pelo diretor do Colégio e Faculdade São Luiz, padre Cláudio Marcio Piontkewicz.

“São Luís Gonzaga dizia que o Deus que o chama é amor. E isso tem muito sentido com a festa da Santíssima Trindade celebrada hoje. Recordamos que o Pai, Filho e Espírito Santo nos amam tanto e desse amor é que somos feitos e também chamados a viver. A festa do padroeiro é um pouco desta expressão de fraternidade, partilha, convivência e generosidade. Os festeiros e as equipes de trabalho expressam este amor que Deus tem por nós e por esta Paróquia tão histórica e importante para a cidade de Brusque”, afirma o pároco, padre Diomar Romaniv.

Esta é a primeira festa paroquial conduzida por padre Diomar na cidade, onde está vinculado à Paróquia São Luís Gonzaga desde o início de 2019. Além do aprendizado, ele fez questão de motivar e incentivar as equipes, restaurando o protagonismo do leigo em um evento festivo, mas também de evangelização. “O padre é o animador, é quem coordena a comunidade. Mas tudo não pode depender apenas do padre. Os leigos são capacitados e amam a Igreja. Por isso, quando estão à frente de qualquer projeto, fazem acontecer. Nas próximas semanas vamos avaliar o evento e pensar nas próximas edições, com ênfase na comemoração dos 150 anos de fundação da Paróquia São Luís Gonzaga, em 2023”, adianta o pároco.

De acordo com padre Diomar, é importante ressaltar o expressivo número de festeiros. Ao todo, 163 pessoas se integraram ao projeto e, desta forma, se optou pela não realização da venda de rifas. “Isso também representa a participação de mais pessoas na festa e a oportunidade de contribuir com o evento”, detalha.

Todo o valor angariado com a festa de São Luís Gonzaga será aplicado na manutenção ordinária e anual da paróquia. Também está prevista a conclusão dos pagamentos da reforma da cozinha do Salão Paroquial, além de iniciar o estudo para a revitalização do Salão de Festas e do Centro Catequético, que se adequarão às normas vigentes relacionadas à segurança e acessibilidade.

 

Santíssima Trindade

O domingo também foi marcado pela festa da Santíssima Trindade. “Esta profundidade do amor que, de certo modo, em algum tempo, transbordou em criação. Assim como a vida de um casal, que vive de um amor tão profundo, que transborda na vida de seus filhos, frutos visíveis do amor. E a criação então se apresenta como um sinal visível do amor de Deus por nós”, destacou padre Diomar, durante a homilia.

Segundo ele, celebrar o mistério da Santíssima Trindade é recordar o sinal que faz parte da vida de fé. Durante o Batizado, o primeiro gesto que o sacerdote faz é o sinal da cruz. E, muito possivelmente este será um gesto também presente no final da vida. “Significa que desde o Batismo, até o fim da passagem por este mundo, nós estaremos envolvidos pelo amor de Deus Pai, Filho e Espírito Santo. A missa começa com o sinal da cruz e termina com a Bênção Final, também com o sinal da cruz, para lembrar que estamos envolvidos por este amor. E assim, na nossa vida diária, ao iniciar mais um dia, podemos fazer um pequeno gesto com o sinal da cruz e repeti-lo na hora de dormir, para recordar que, do início ao fim da jornada, Deus nos envolve, nos acolhe e nos protege como que em um grande abraço”, pontua o pároco, que durante a homilia fez referência às palavras do Papa Francisco sobre o amor de Deus.

Padre Diomar ainda relacionou a festa da Santíssima Trindade com a história do padroeiro São Luís Gonzaga, um jovem que se sentia amado por Deus e retribuiu este carinho através de sua vida espiritual, se dedicando ao cuidado de doentes e sofredores da época.

 

Festeiros

Pela sexta vez consecutiva, o leigo Osnildo Maçaneiro foi festeiro do evento. Ele representava a comunidade Nossa Senhora de Fátima, onde está envolvido há mais de quatro décadas com o serviço pastoral. Além disso, Osnildo também é um dos coordenadores da Liturgia na Paróquia. “É sempre uma alegria única e um momento de profunda emoção. Uma oportunidade de retribuir o amor que Deus tem por nós. Mais do que viver este evento, é importante permanecer fiel à caminhada, já que Deus está sempre ao nosso lado”, afirma.

Ana Maria Cesari viveu pela primeira vez a alegria de ser festeira deste evento tradicional. Segundo ela, não faltaram convites nos anos anteriores, mas o envolvimento de serviço na realização da festa dificultava esta participação. “Em 2019 pela primeira vez aceitamos o convite, mas com a missão de conciliar esta presença com o trabalho de doação na própria festa. Então, ao encerrar a missa, já viemos aqui para o Salão, continuar o trabalho na roda-da-fortuna”, descreve Ana.

O empresário Onildo Pereira também se mostrou feliz com a possibilidade de ser festeiro, um compromisso que já se renova por alguns anos. “Temos que dizer nosso sim, fazer a nossa parte. Por muito tempo estive envolvido com o Movimento do Cursilho e, para a minha família, a missa semanal é sagrada”, enfatiza. 

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Carro do empresário Wilson Bernardi que continua desaparecido foi encontrado

O carro do empresário de Brusque foi encontrado na noite de ontem em uma via pública da cidade de Joinville. O veículo estava fechado e foi recolhido pelo Instituto Geral de Perícias para investigação. Wilson Bernardi de 64 anos continua desaparecido. Ele foi visto pela última vez em Brusque na última quinta-feira dia (9) nas proximidades do pavilhão de eventos da cidade. De acordo com informações da Polícia...
Continuar lendo...

DIC cumpre mandado de prisão em Brusque

A Polícia Civil por intermédio da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Brusque no final da tarde desta quarta-feira (12) deu cumprimento ao mandado de prisão por sentença definitiva expedida em desfavor de um homem, 30 anos, pelo crime de roubo majorado. Por meio de cruzamento de dados e análise de informações foi identificado que o homem estava residindo no bairro Rio Branco, em Brusque, onde foi localizado e...
Continuar lendo...

Medida proíbe idosos de sair sem justificativa em Itapema

Na manhã deste domingo (5), Nilza Simas (PSD), prefeita de Itapema, comunicou o isolamento domiciliar obrigatório de idosos acima de 70 anos, a partir dessa segunda-fera. De acordo com a gestora, as pessoas com essa faixa etária, poderão apenas sair para supermercado, farmácia ou médico, sendo proibida a circulação sem justificativa. "Muitas vezes, eles já chegam ao Centro de Triagem na fase dois, já...
Continuar lendo...