Brusque não vai aderir ao movimento de greve anunciada para sexta-feira

O movimento da greve geral anunciada para essa sexta-feira (14), contra a reforma da previdência e os cortes orçamentários na educação, não deverá ser percebido em Brusque.

O anuncio dessa greve está correndo através de redes sociais, e alguns sindicatos da região principalmente em Itajaí, Balneário Camboriú e Camboriú já estão organizando pontos de encontros em seus municípios.

Esse movimento está centralizado mais na região sudeste, principalmente na cidade de São Paulo, onde até liminar já foi apresentada proibindo a paralização do transporte público, como é o caso do metrô.

Fontes ligadas aos sindicatos aqui de Brusque, informaram que nenhuma das entidades sindicais que representam os trabalhadores, estariam aderindo a esse movimento na cidade. O que existe é a possibilidade de alguns representantes dos sindicatos estarem se dirigindo para outras cidades aqui do estado, no intuito de marcar presença no movimento ou simplesmente assistir.

Foi colocado a possibilidade de alguns sindicatos de Brusque fecharem as portas, mas nada oficial foi divulgado por parte das entidades representativas dos trabalhadores.

Sites de notícia no país, divulgaram que o presidente Bolsonaro e o governo não acreditam em grande adesão para a paralisação, mas sim “um fiasco”.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões