Desfile escolar e entrega de praça marcam o aniversário de Guabiruba

Na próxima segunda-feira (10) acontece o desfile cívico escolar que tradicionalmente marca o dia de aniversário de Guabiruba. Cerca de 3,2 mil pessoas desfilarão pela Rua Brusque a partir das 9h.

Um pouco antes, acontece a solenidade de abertura do desfile com a presença de autoridades e a execução dos hinos Nacional e de Guabiruba pela Orquestra Municipal de Guabiruba que se apresentará em frente ao palanque oficial que será instalado no estacionamento da Prefeitura.

O tema do desfile deste ano é “Nossas Escolas e sua História”. Cada pelotão apresentará detalhes da história de seus referidos educandários desde o dia da sua fundação até a atualidade, incluindo a história da Apae de Guabiruba, que teve seu início na Escola Arthur Wippel em 1987. A memória das pessoas que nomeiam as escolas de Guabiruba também será lembrada, com informações sobre suas trajetórias e o motivo pelo qual seus nomes foram escolhidos.

Algumas das curiosidades que atravessarão a Rua Brusque pelas mãos de alunos e professores resgatam o histórico de instituições das mais antigas de Guabiruba, como as escolas João Boos, no Centro, Padre Germano Brandt, do Bairro Aymoré, e Anna Othília Schlindwein, do Guabiruba Sul, que são as mais velhas em atividade atualmente. Foram fundadas ainda no século 19, nos anos de 1880, 1868, 1886 respectivamente.

Além das escolas, outras entidades também participam do desfile como a Fundação Cultural de Guabiruba, a Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Assuntos para a Juventude e o Clube de Aventureiros Junior.

Inauguração

Logo após o desfile, a Prefeitura de Guabiruba entregará para a comunidade a Praça Yvonne Erthal Schlindwein, localizada no encontro entre as ruas Alois Erthal e Sigmund Kohler, no Centro, aos fundos da Câmara de Vereadores de Guabiruba.

Com cerca de 250 metros quadrados de área, o local recebeu árvores ornamentais e frutíferas e diversos equipamentos como academia ao ar livre, bancos de madeira tratada, mesa de jogos, bicicletário, lixeiras e parque infantil.

A área destinada às crianças foi cercada e a caixa não tem areia, mas pedras, para maior segurança e higiene dos usuários. Revestida com paver, a praça também recebeu adaptações voltadas para melhor acessibilidade e a ponte que fica próxima também teve a segurança reforçada.

Yone Erthal Schlindwein

Nascida em 1935, a homenageada Yonne Erthal Schlindwein é filha dos agricultores Alois e Anna Rieg Erthal. Ele, inclusive, é quem dá nome à rua onde está a praça. Muito dedicada à religiosidade e ao trabalho, era reconhecida na sua comunidade pela participação constante nas atividades da igreja. O espaço que agora abriga a praça com o seu nome era sempre cultivado pela família, que cuidava com esmero da área que fica à beira do Rio Guabiruba. Yvonne faleceu em outubro de 1997.

Dúvidas ou Sugestões

Assistência Social recebe roupas que serão doadas a usuários do CadÚnico

A Secretaria de Assistência Social e Habitação recebeu na quarta-feira (21) representantes do Banco do Empreendedor. Na ocasião, as colaboradoras Jenifer e Anelise foram recebidas pelo secretário de Assistência Social e Habitação, Deivis Junior, para entregar o resultado da Campanha do Agasalho. A iniciativa, que conta com apoio da Prefeitura de Brusque, por meio da Secretaria de Assistência Social, envolveu clientes e colaboradores...
Continuar lendo...

OIT adota nova convenção contra assédio e violência no trabalho

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) aprovou uma nova convenção e um texto de combate à violência e ao assédio no ambiente de trabalho. O documento, acompanhado por uma recomendação, foi aprovado no último dia da Conferência da OIT alusiva aos 100 anos da entidade e divulgado nesta sexta-feira (21). A convenção reconhece que a violência e o assédio no trabalho configuram...
Continuar lendo...

Prefeitura de Brusque cassa a concessão da Funerária São José

A Prefeitura de Brusque cassou a concessão da Funerária Becker Ltda, que tem como nome fantasia, Funerária São José. O motivo da revogação é por descumprimento do Artigo 18 da Lei Municipal 2861/2005 que trata da transferência da propriedade ou do controle societário sem anuência da administração municipal. A referida empresa descumpriu o que determina a concessão, por isso teve revogada a...
Continuar lendo...