Sala do Empreendedor é tema de reunião na Prefeitura

O Programa Cidade Empreendedora, implementado em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Santa Catarina (Sebrae SC), já é realidade na Prefeitura de Brusque, com a implantação da Sala do Empreendedor. 

Na tarde desta segunda-feira (3), foi realizada uma reunião entre os envolvidos na implantação do novo espaço voltado para o cidadão brusquense que deseja abrir e manter uma nova empresa. O projeto já vinha sendo desenvolvido pela administração municipal e agora será implementado dentro dos padrões do programa. 

O encontro foi realizado no gabinete do prefeito Jonas Paegle e contou com a participação do vice-prefeito Ari Vequi, representantes do Sebrae, Vigilância Sanitária, Sindicato dos Contabilistas, Fundema e Corpo de Bombeiros. Também participaram os secretários de Governo e Gestão Estratégica, William Molina, Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, João Beuting, e de Orçamento e Gestão, Edena Beatris Censi.   

O Cidade Empreendedora reúne 35 soluções para a administração pública e já é efetuado em aproximadamente 40 cidades catarinenses. O foco das ações é em inovação, desburocratização e no fomento necessário para o empreendedorismo no município. 

No início da reunião o prefeito Jonas Paegle deu as boas-vindas a todos e mencionou a importância do empreendedorismo para Brusque. O vice Ari Vequi reforçou os objetivos do Cidade Empreendedora e a necessidade da desburocratização dos processos para que as empresas queiram se instalar em Brusque. “Recentemente perdemos uma empresa para Itajaí (SC). Queremos fomentar o progresso, a geração de novos empregos e melhorar a cidade como um todo”, comentou. 

Sala do empreendedor 

O objetivo da Sala do Empreendedor, que já está quase pronta, é auxiliar os empresários de Brusque a abrirem e manterem seus negócios de maneira ágil e eficaz. No local, serão emitidos alvarás, realizado apoio de compras governamentais junto aos pequenos negócios, ofertadas oportunidades de crédito e realizado atendimento diferenciado aos MEIs, MEs e EPPs. 

Durante a reunião, Molina explicou que embora a Sala do Empreendedor esteja diretamente ligada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, o tema passou a ser uma prioridade do gabinete. “É uma determinação do nosso prefeito que todas as secretarias e autarquias envolvidas tenham um representante na Sala do Empreendedor”, ressaltou.   

Uma nova reunião foi agendada para o dia 13 de junho, com objetivo de alinhar detalhes e incluir novos parceiros.

Dúvidas ou Sugestões