Médica do Hospital Azambuja contradiz versão da paciente em BO

O Hospital de Azambuja apresentou um Boletim de Ocorrência registrado pela médica que é acusada de ter ofendido uma paciente, de 27 anos, contradizendo o que foi apresentado e afirmando em entrevista a rádio Cidade e conforme matéria publicada no site rc.am.br, que a profissional é que foi vítima no dia 24 de maio, quando a paciente procurou a unidade de saúde por estar com dores e apresentar sintomas de aborto.

A médica relata em BO que estava atendendo no consultório médico do Hospital de Azambuja algumas pessoas, que em dado momento surgiu a paciente na sua porta, reclamando que a médica não estava realizando atendimento, perguntou também se iria demorar para atender, que foi informado a mesma para que aguardasse o término da alta médica de outras pessoas.

A profissional relatou ainda no boletim que estava terminando o horário de seu plantão, solicitando que esperasse o próximo médico assumir, porém se caso esse não chegasse a tempo, iria atendê-la assim que liberasse pessoas sob sua responsabilidade.

Na sequência, a paciente informou que estava abortando, que em virtude tomou todas as providências médicas para averiguar a situação. Neste momento a paciente disse que a médica é uma incompetente, chamando-a ainda de “vagabunda”, entre outras palavras de baixo calão aos quais não se recorda. Ela disse também no boletim que o marido da paciente também fez parte da situação falando palavras ofensivas.

O gestor do Hospital de Azambuja, Evandro Roza, informou que um exame realizado na paciente apontou que ela não estava grávida. Ele também disse que o hospital iria emitir uma nota oficial na terça-feira (28), esclarecendo a situação, o que não aconteceu.

O jornalismo da Rádio Cidade entrou em contato com a paciente, nesta terça-feira (28), a mesma informou que fez um teste de gravidez adquirido em uma farmácia e o resultado está anexado ao seu prontuário no Posto de Saúde de seu bairro, mas não apresentou o mesmo e também disse desconhecer o resultado do exame feito no Hospital Azambuja.  

 
Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões