ACIBR entrega pleitos da região a deputados federais

A Associação Empresarial de Brusque (ACIBr), representada pelo seu diretor financeiro, Werner Gustavo Vieira Willrich, entregou na manhã de sábado (4 ) dois ofícios aos deputados federais Marcel Van Hatten (Novo/RS) e Gilson Marques (Novo/SC), que estiveram em Brusque para um evento do partido.

Além de maior aproximação dos deputados com a entidade, que há anos reivindica ações da classe empresarial e das comunidades de Brusque, Guabiruba e Botuverá em prol do desenvolvimento da região, os ofícios solicitaram aos deputados apoio para algumas demandas. Entre elas, a conclusão das obras de duplicação da SC-486 (Antônio Heil), que faz a ligação entre Brusque/Itajaí/BR-101, que se encontra paralisada; e a construção da Barragem de Botuverá, cujos projetos estruturais e ambientais estão devidamente aprovados aguardando liberação de recursos para sua construção. Também foi solicitado apoio de ambos para aprovação de medidas que visam a desburocratização, como as reformas da Previdência, Trabalhista, Tributária e Política.

Ao deputado catarinense, outra solicitação foi o apoio de Marques a algumas causas que dependem de verbas estaduais, como a terceira Subestação da Celesc em Brusque; a tão aguardada reforma da Escola de Educação Básica Estadual Professor João Boos, em Guabiruba e; na área de Segurança Pública, a implementação de uma Escola de Formação de Soldados da Polícia Militar.

Avaliação

Para o diretor financeiro da ACIBr esta foi uma oportunidade de aproximação e demonstração da luta da entidade em prol do desenvolvimento da região de Brusque como um todo. “Esse é o nosso papel, tanto de representar a classe como também de manter contato com os nossos representantes para mais investimento na nossa região. De certa forma, parte das demandas da Associação também são para desobstruir o governo, desobstruir a atividade empresarial que quer produzir, crescer, gerar emprego, renda e desenvolvimento. Foi de grande importância aproveitar essa oportunidade e vamos continuar cobrando dos governos municipais, estaduais e federais as bandeiras em prol da nossa região”, comentou Willrich.

Para o deputado federal catarinense, as demandas recebidas serão avaliadas e terão encaminhamento. “A nossa representatividade é justamente para vermos as demandas do Estado e o que é necessário em cada localidade. Todas as solicitações que recebemos realizamos um estudo minucioso e respondemos cada uma delas. Em relação às reformas, Trabalhista, Tributária e Política, são pautas nossas, que já defendemos com muito protagonismo. Quanto às obras, a nossa obrigação enquanto parlamentares é de fiscalizar e legislar. Existem as emendas parlamentares, mas elas não são suficientes para obras robustas de infraestrutura, como a duplicação da Antônio Heil, por exemplo. O que temos a obrigação é sermos uma ponte de comunicação com a Secretaria ou o Ministério competente, para conseguir apoio para a liberação de verba do Executivo. E vamos nos esforçar ao máximo possível para cobrarmos da pasta ou da autoridade competente”, declarou Marques. 

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Tiro de Guerra faz campanha de doação de sangue

O Tiro de Guerra Brusque promoveu ontem, quarta-feira (10), a campanha “Ajudar está no nosso Sangue”. A ação visa contribuir com a reposição do estoque de sangue do Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina (Hemosc/Blumenau) e estimular os atiradores a doarem sangue voluntariamente. No total, 28 atiradores foram voluntários para doação, sendo conduzidos pelo transporte cedido pela Secretaria de...
Continuar lendo...

Colisão envolvendo dois veículos e uma moto deixa uma pessoa ferida

Um acidente envolvendo dois veículos e uma moto foi registrado por volta das 17h45 deste sábado (13), na rua Guabiruba Sul em Guabiruba. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o acidente envolveu o VW/Gol placas de Guabiruba que era conduzido por um homem de 28 anos que nada sofreu, no outro veículo também VW/Gol, placas de Videira, o motorista de 69 anos também não teve ferimentos. Apenas o motociclista de 25 anos, que conduzia a...
Continuar lendo...

Farmácias não podem comercializar produtos de conveniências

A 1ª Câmara de Direito Público do TJ, em matéria sob a relatoria do desembargador Luiz Fernando Boller, reformou sentença da comarca da Capital para negar o direito de rede farmacêutica oferecer em suas lojas, ao lado de remédios e medicamentos, outros produtos de consumo típicos de lojas de conveniência. Autoridades fiscais da Vigilância Sanitária Estadual já promoviam a lavratura de autos de...
Continuar lendo...