Celesc lança 2ª etapa do Bônus eficiente nesta segunda-feira

Para atender a demanda na procura por eletrodomésticos mais novos e eficientes, oferecidos com desconto de 50% pelo Programa Bônus Eficiente 5, a Celesc lança nesta segunda-feira, 6 de maio, a sua segunda etapa. Serão disponibilizados mais 2.692 equipamentos entre freezers, refrigeradores e ar condicionados, com investimento de R$ 1,5 milhão. Os equipamentos serão comercializados nas 43 lojas físicas da rede Colombo, em todo o estado, ou pelo televendas, com chamada gratuita: 0800-642-4242.

O coordenador do projeto, Mario Cesar Machado Junior, explica que o objetivo do programa é promover o uso consciente de energia elétrica e facilitar o acesso dos consumidores catarinenses a eletrodomésticos novos, com Selo Procel e a lâmpadas LED, mais econômicas e duráveis. “Devido a grande procura por esses produtos fizemos um aditivo ao contrato com as Lojas Colombo. Na primeira etapa, todos os equipamentos acabaram em menos de sete dias e já realizamos 5,3 mil entregas, restando poucas unidades”, destacou.

Nessa segunda etapa serão disponibilizadas mais 895 unidades de aparelhos de ar-condicionado (Split 9.000 BTUS), 1.005 refrigeradores (1 porta – 300 litros modelo CRB 36), 792 freezers (Vertical – 142 litros) e 8.460 mil lâmpadas LED.

No ato da compra o consumidor também precisa fazer uma doação no valor de R$ 50,00, que serão destinados à Associação Catarinense de Autismo (Balneário Camboriú), ao Asilo são Vicente de Paulo (Criciúma) e à Associação de Síndrome de Down (Joinville). A expectativa é de que sejam arrecadados mais R$ 134,6 mil, totalizando R$ 477,1 mil em doações.

O que precisa para participar?

- Ser consumidor residencial da Celesc Distribuição;

- Estar adimplente (em dia) com a Celesc Distribuição;

- Levar documentos pessoais e uma fatura de energia;

- Possuir um eletrodoméstico similar ao desejado, em funcionamento, com mais de cinco anos de uso e sem o Selo Procel;

- Entregar cinco lâmpadas incandescentes ou fluorescentes compactas para troca gratuita por cinco lâmpadas LED. Essa troca será realizada na entrega do eletrodoméstico na residência do consumidor.

- Ler e assinar o Termo de Adesão no ato da compra;

- Fazer a doação de R$ 50.

Economia

A substituição dos equipamento prevê um impacto na economia de aproximadamente 30% na fatura de energia do consumidor, podendo variar de acordo com o hábito de uso. A energia economizada com essa edição do projeto é de 3.700 MWh/ano e uma redução de demanda de 865 kW no horário de ponta, o equivalente ao abastecimento de 1.541 residências durante um ano.

Nas quatro edições realizadas foram substituídos 87.098 eletrodomésticos e 516.605 lâmpadas, em 117.604 unidades consumidoras, beneficiando mais de 450 mil catarinenses. Ao todo foram investidos R$ 76,5 milhões e arrecadados R$ 4,1 milhões para diversas instituições filantrópicas. O programa gerou economia equivalente a 63.667,86MWh/ano, durante os 10 anos de vida útil dos eletrodomésticos. “É energia suficiente para abastecer 265.144 residências durante um ano com consumo médio de 200 kWh/mês”, explicou o coordenador do projeto.

Resultado do projeto

O Projeto já entregou mais de 5.900 geladeiras, freezers e aparelhos de ar-condicionado, do total de 6.800 peças, desde fevereiro deste ano, quando foi lançada a sua quinta edição. O morador de Florianópolis, Leibnitz Cabral, é um dos consumidores beneficiados - ele recebeu o refrigerador na última quarta-feira, 24 de abril. "É um programa excelente e que deve acontecer sempre, pois movimenta a indústria e favorece a quem precisa, já que ajuda o cliente a consumir menos energia, contribuindo, também, com o meio ambiente", destacou.

Desde a primeira edição, em 2013, mais de 450 mil catarinenses já foram atendidos pela iniciativa, que faz parte do Programa de Eficiência Energética Aneel/Celesc e prevê também a troca lâmpadas comuns por LED, além de arrecadar recursos para instituições de Santa Catarina. A expectativa este ano somar R$ 477,1 mil em doações que serão revertidas à Associação Catarinense de Autismo (Balneário Camboriú), ao Asilo são Vicente de Paulo (Criciúma) e à Associação de Síndrome de Down (Joinville).

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Mulher que perdeu visão por falta de materiais em hospital será indenizada

A 5ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), em matéria sob a relatoria do desembargador Vilson Fontana, decidiu condenar o Estado a indenizar uma mulher que perdeu a visão de um dos olhos pela negativa de cirurgia decorrente de falta de material em hospital público na Grande Florianópolis. Em função da falta de óleo de silicone e de outro líquido, a cirurgia foi realizada...
Continuar lendo...

“Vanolli está agindo por desespero”, afirma Aníbal Boettger

A relação entre Sintrafite e Sindimestre está longe de chegar a um denominador comum. Após a realização de uma assembleia extraordinária no último domingo (21) para ampliar a abrangência de atuação e englobar toda a categoria dos trabalhadores do setor têxtil, o presidente do Sintrafite, Aníbal Boettger, se tornou alvo de acusações do presidente do Sindimestre, Valdírio Vanolli, levando...
Continuar lendo...

Menor de idade bate de moto contra caminhão

Um menor de idade foi levado ao pronto socorro do hospital de Azambuja depois de bater de moto. Ele trafegava pela Rua Luiz Vanolli, no Bairro Azambuja, quando se chocou contra a traseira de um caminhão. Conforme apurou a Rádio Cidade no local, o caminhão havia parado na via por conta de um congestionamento que se formara – o trânsito está sendo desviado por aquela rua devido ás obras na Padre Antonio Eising. O menor se deslocava no sentido Rua...
Continuar lendo...