"Ninguém vai ser retirado à força, na marra (da beira rio)"

O vice-prefeito de Brusque, Ari Vequi, disse que as desapropriações da margem esquerda da Beira Rio estão todas dentro da legalidade. O início da obra de prolongamento da via naquele trecho já começou, mas pode esbarrar nesse ponto.

Porém, o vice-prefeito afirma que as conversas com proprietários de imóveis no trecho de 600 metros pelo qual os serviços serão executados já começaram também. São em torno de dez residências atingidas.

“A limpeza está sendo feita em terrenos onde não há edificações. Ninguém vai ser retirado à força, na marra. Estou conversando com todos”, disse ele à Rádio Cidade esta manhã, afirmando que onde não há edificações já se tem autorização dos proprietários para início dos trabalhos.

Os demais estão sendo contatados para tratar da avaliação dos imóveis. Três imobiliárias farão avaliação de preços para que se proceda ao processo de indenizações.

“Proprietários estão sendo chamados para conversar, apresentar sua proposta também, para que cheguemos a um acordo amigável. Aquilo que já se espera, que se chegue ao máximo de acordo e tenhamos um denominador comum”, pontua ele.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

SIC recupera aparelho celular furtado e identifica o autor

Policiais civis do Setor de Investigação e Capturas - SIC da Delegacia de Polícia de Brusque recuperaram na tarde desta segunda-feira, 20, um telefone celular furtado em uma residência localizada no Centro de Brusque, no mês de fevereiro. O aparelho, avaliado em R$ 700,00, estava na posse de J.C.O., de 46 anos de idade, que foi encontrado pelos policiais no Centro de Brusque. Ele responderá a termo circunstanciado por receptação...
Continuar lendo...

DEIC esclarece roubo de duas cargas de têxteis avaliadas em mais de R$ 250 mil

A DFRC/DEIC (Delegacia de Furtos e Roubos de Cargas da Diretoria Estadual de Investigações Criminais) elucidou dois roubos de cargas ocorridos nos municípios de Itajaí  e Blumenau. O investigado por ser o responsável pelas subtrações - 25 toneladas em produtos têxteis avaliadas em R$ 171 mil e uma carga de fogões avaliada em R$ 85 mil -, era o motorista dos veículos, que realizou falsa comunicação de roubo...
Continuar lendo...

Projeto que reduzia número de vereadores é rejeitado

Depois de adiado por vários meses, o projeto de lei que alterava o número de vereadores em Brusque finalmente foi votado. A cidade vai continuar com os atuais 15 legisladores, contra 11 que estava sendo proposto na lei rejeitada na sessão desta terça-feira (14). Um dos autores da proposta, Ivan Martins (PSD) disse que passou por momentos distintos em todas as legislaturas, quando havia dez e com 15, e isso o vez enxergar que a qualidade do serviço é...
Continuar lendo...