Mudança do 193 para Blumenau não vai prejudicar Brusque, afirma capitão

A transferência da central de recebimento de chamadas do Corpo de Bombeiros Militar, através do telefone 193, de Brusque para Blumenau não vai trazer prejuízos para a prestação do serviço à população. Pelo contrário, vai melhorar a gestão e liberar mais pessoal para atuar nas ocorrências de rua. Palavras do comandante dos Bombeiros de Brusque, capitão Jacson Luiz de Souza.

Em entrevista ao programa Rádio Revista Cidade, da Rádio Cidade, desta terça-feira (30), ele falou sobre o assunto. Na semana passada, a Rádio Cidade divulgou com exclusividade a mudança que acabou gerando muita preocupação às pessoas.

“Acredito que o pessoal não entendeu o conteúdo. É natural que as pessoas não entendam, porque não conhecem na prática como funciona o processo”, pontuou Jacson.

Segundo ele, a regionalização dos atendimentos já vem ocorrendo há, pelo menos, cinco anos, em outras partes do estado. Brusque é uma das últimas a ter o sistema implantado. Além de Brusque, apenas o de Rio do Sul ainda não estava inserido.

“Os demais batalhões estão todos integrados. Eu trabalhei no batalhão de Curitibanos e já era integrado, atendia todo o Planalto Central de Santa Catarina. Trabalhai na região de Joaçaba e, também, era assim”, destaca Souza.

O COBOM de Brusque é responsável, ainda, pelas cidades de Guabiruba e Botuverá, mas atende, em determinadas situações, municípios como Nova Trento, São João Batista e ate Itajaí.. Alguns de Guabiruba caem em Brusque.

Na central em Blumenau, haverá de dois a três bombeiros atendendo as. O processos de comunicação com as demais áreas, como Brusque, será de várias maneiras: através de rádio e som, aplicativo na internet e o telefone entre nos quarteis.

“Esse acionamento hoje apenas foi redirecionado a Blumenau por questões estratégicas. Porque o estado está investindo nesse sistema de comunicação, desmunindo tempo e protocolos, fazendo a gestão de recursos”, pontua ele.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Governador se manifesta sobre polêmica dos respiradores

Causou expectativa o anúncio de que o governador do estado, Carlos Moisés, faria uma explanação no início desta tarde para falar acerca do caso dos respiradores comprados ao custo de R$ 33 milhões e não entregues por uma empresa do Rio de Janeiro. A polêmica explodiu ontem, terça-feira (28), com reportagem publicada pelo site The Intercept Brasil. O valor teria sido pago antecipadamente e a empresa sequer tem histórico de...
Continuar lendo...

Mudança na regra do Auxílio Emergencial ampliará lista de atendidos

O Projeto de Lei 873/20 deve ser votado hoje (16) no plenário da Câmara dos Deputados e amplia o número de trabalhadores que podem receber o Auxílio Emergencial de R$ 600. O governo federal já sinalizou apoio à proposta. O impacto do acréscimo no número de beneficiários será de R$ 10 bilhões. A medida visa reduzir os efeitos do novo coronavírus na economia brasileira. O texto inclui trabalhadores...
Continuar lendo...

Jovem fica ferido em acidente envolvendo carro e moto, em Guabiruba

Por volta das 22h05 de segunda-feira (25) na Rua José Fischer, no Centro de Guabiruba a guarnição dos Bombeiros foi acionada para atender um acidente de trânsito envolvendo carro e moto. No local, o condutor do veículo Ford com placas de Guabiruba, 45 anos, nada sofreu e foi liberado no local. Já o condutor da motocicleta com placa de Camboriú, 19 anos, estava deitado apresentando escoriações nas mãos e suspeita de...
Continuar lendo...