Medicina Paliativa já é ensinada no curso de Medicina da UNIFEBE

Promover uma formação humanista e holística, voltada ao atendimento e respeito ao ser humano, é o principal objetivo do curso de Medicina do Centro Universitário de Brusque (UNIFEBE). Por isso, desde o início das aulas, por meio de palestras e atividades, os acadêmicos já têm noções sobre a Medicina Paliativa – ramo da Medicina relativamente novo, embora suas práticas sejam antigas.

Definido como um conjunto de práticas de assistência ao paciente incurável para oferecer dignidade e diminuição de sofrimento, o Paliativismo vem ganhando destaque dentro da Medicina Contemporânea. O médico paliativista atua para melhorar o conforto físico do paciente, amenizar a dor e diminuir o mal-estar causado pela doença ou pelo seu tratamento.

O coordenador do curso de Medicina da UNIFEBE, Dr. Osvaldo Quirino de Souza, enfatiza que por causa do envelhecimento da população e consequentemente das doenças relacionadas à longevidade – principalmente demência e tumores, a Medicina enfrenta uma série de desafios de como enfrentar essas patologias e tratar este tipo de paciente.

— A função da Medicina é antes de mais nada acolher, ser solidário com as pessoas, promover dignidade, não necessariamente curar, mas amparar, e a Medicina Paliativa veio para oferecer este conforto, para prolongar a vida do paciente com qualidade, é mais uma lacuna que vem sendo suprida dentro da área da Saúde — ressalta.

Formação

Apenas em 2012 a Associação Médica Brasileira definiu a Medicina Paliativa como subespecialidade ou uma “segunda” residência médica. Porém, o curso de Medicina da UNIFEBE, atenta a formação de seus acadêmicos e com o propósito de formar médicos humanistas, aliando inovação científica ao conhecimento, desde o primeiro semestre inseriu na grade curricular o paliativismo, assunto que os alunos estudarão com mais afinco a partir da quarta fase do curso.

— É mais um diferencial da Medicina da UNIFEBE, pois com raras exceções, não se ensina a cuidar de um paciente em fase terminal nas universidades. Hoje em Brusque não temos médicos especialistas em Medicina Paliativista, o que torna cada vez mais necessário o conhecimento nesta ciência — ressalta Souza.

Vestibular

Ainda dá tempo de se inscrever para o Vestibular de Medicina. As inscrições terminam no dia 6 de maio e são exclusivas pelo Vestibular Acafe. Serão ofertadas 40 vagas e as inscrições devem ser feitas no site da Acafe: www.vestibular.acafe.org.br. A prova será aplicada no dia 9 de junho e o resultado divulgado no dia 19.

O curso de Medicina da UNIFEBE tem duração de seis anos. Os conteúdos são voltados às disciplinas introdutórias nos dois primeiros anos e no período intermediário o estudo é destinado ao desenvolvimento de habilidades clínicas e cirúrgicas. Já nos anos finais os estudantes passarão pelo internato, ou seja, por estágios supervisionados em hospitais, ambulatórios, Unidade Básica de Saúde e serviços de urgência e emergência: trabalharão na prática com a Clínica Médica, Cirurgia Geral, Ginecologia e Obstetrícia, Pediatria, Psiquiatria e Geriatria.

Dúvidas ou Sugestões

"Hoje, a situação que mais preocupa são as lesões", diz Jersinho

A vitória do Brusque sobre o Figueirense ampliou o alívio do time na tabela de classificação da Copa Santa Catarina. Mas trouxe outra preocupação para o técnico Jersinho: os desfalques. Somente na partida desta quarta-feira (16), três atletas saíram lesionados ou com grande desgaste físico. Para o treinador, a situação toda decorre da sequência de jogos, média de dois por semana. “Hoje, a...
Continuar lendo...

Após 21 horas de trabalho ininterrupto bombeiros finalizam ocorrência de incêndio, em Botuverá

Os Bombeiros foram acionados por volta das 22h49 de ontem (24) para atender um incêndio em uma empresa têxtil, em Botuverá. O trabalho se estendeu até essa quarta-feira (25) às 20 horas, totalizando 21 horas de trabalho ininterrupto Trabalharam na ocorrência 30 Bombeiros Militares e Bombeiros Comunitários que se revezaram em dois turnos de trabalho, com apoio dos brigadistas da Empresa e da Prefeitura Municipal de Botuverá, além das...
Continuar lendo...

Esclarecimentos sobre a Base Nacional Comum Curricular

Com o auditório da Faculdade São Luiz formado por cerca de 100 profissionais de educação, o Núcleo das Instituições Educacionais da Associação Empresarial de Brusque (ACIBr) realizou, na manhã de quinta-feira (06) uma palestra voltada a informações sobre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). O assunto foi esclarecido, principalmente em seu contexto histórico e o propósito de sua...
Continuar lendo...