Medicina Paliativa já é ensinada no curso de Medicina da UNIFEBE

Promover uma formação humanista e holística, voltada ao atendimento e respeito ao ser humano, é o principal objetivo do curso de Medicina do Centro Universitário de Brusque (UNIFEBE). Por isso, desde o início das aulas, por meio de palestras e atividades, os acadêmicos já têm noções sobre a Medicina Paliativa – ramo da Medicina relativamente novo, embora suas práticas sejam antigas.

Definido como um conjunto de práticas de assistência ao paciente incurável para oferecer dignidade e diminuição de sofrimento, o Paliativismo vem ganhando destaque dentro da Medicina Contemporânea. O médico paliativista atua para melhorar o conforto físico do paciente, amenizar a dor e diminuir o mal-estar causado pela doença ou pelo seu tratamento.

O coordenador do curso de Medicina da UNIFEBE, Dr. Osvaldo Quirino de Souza, enfatiza que por causa do envelhecimento da população e consequentemente das doenças relacionadas à longevidade – principalmente demência e tumores, a Medicina enfrenta uma série de desafios de como enfrentar essas patologias e tratar este tipo de paciente.

— A função da Medicina é antes de mais nada acolher, ser solidário com as pessoas, promover dignidade, não necessariamente curar, mas amparar, e a Medicina Paliativa veio para oferecer este conforto, para prolongar a vida do paciente com qualidade, é mais uma lacuna que vem sendo suprida dentro da área da Saúde — ressalta.

Formação

Apenas em 2012 a Associação Médica Brasileira definiu a Medicina Paliativa como subespecialidade ou uma “segunda” residência médica. Porém, o curso de Medicina da UNIFEBE, atenta a formação de seus acadêmicos e com o propósito de formar médicos humanistas, aliando inovação científica ao conhecimento, desde o primeiro semestre inseriu na grade curricular o paliativismo, assunto que os alunos estudarão com mais afinco a partir da quarta fase do curso.

— É mais um diferencial da Medicina da UNIFEBE, pois com raras exceções, não se ensina a cuidar de um paciente em fase terminal nas universidades. Hoje em Brusque não temos médicos especialistas em Medicina Paliativista, o que torna cada vez mais necessário o conhecimento nesta ciência — ressalta Souza.

Vestibular

Ainda dá tempo de se inscrever para o Vestibular de Medicina. As inscrições terminam no dia 6 de maio e são exclusivas pelo Vestibular Acafe. Serão ofertadas 40 vagas e as inscrições devem ser feitas no site da Acafe: www.vestibular.acafe.org.br. A prova será aplicada no dia 9 de junho e o resultado divulgado no dia 19.

O curso de Medicina da UNIFEBE tem duração de seis anos. Os conteúdos são voltados às disciplinas introdutórias nos dois primeiros anos e no período intermediário o estudo é destinado ao desenvolvimento de habilidades clínicas e cirúrgicas. Já nos anos finais os estudantes passarão pelo internato, ou seja, por estágios supervisionados em hospitais, ambulatórios, Unidade Básica de Saúde e serviços de urgência e emergência: trabalharão na prática com a Clínica Médica, Cirurgia Geral, Ginecologia e Obstetrícia, Pediatria, Psiquiatria e Geriatria.

Dúvidas ou Sugestões

Homem agride e arrasta mulher nua pela rua

Um homem foi preso pela Polícia Militar depois de espancar uma mulher e arrastar a mesma pela rua, nua. O caso foi registrado no domingo (24), no bairro da Velha, na cidade de Blumenau. De acordo com as informações da Polícia Militar, as agressões chamaram atenção de vizinhos, que saíram na rua para ver o que estava acontecendo. Foi quando presenciaram ela sendo arrastada e gritando sem parar. Os vizinhos detiveram o...
Continuar lendo...

Uma grande incerteza paira no ar e no gramado

Ontem, sexta-feira (24), o governo do estado anunciou um novo decreto que proibe competições esportivas por mais 14 dias em Santa Catarina. Com isso, os jogos da sequência do Campeonato Catarinense seguem suspensos. Uma incerteza da qual o Brusque Futebol Clube tem tentado não pensar, focando na preparação como se a próxima partida fosse ocorrer a qualquer momento. Depois da folga de sexta-feira (24), o time voltou aos treinos neste...
Continuar lendo...

Delegação brusquense no II Festival Mirim Petiz

Quase 400 atletas, de 19 equipes, participaram do II Festival Mirim Petiz de Natação. A competição foi realizada no Complexo Aquático da Unisul, em Palhoça. Brusque foi representada por quase 20 atletas sendo que os destaques ficaram por conta dos nadadores Cesar Deichmann Junior e Bernardo Zoschke. Cada um deles conquistou quatro medalhas, três de primeiro lugar e uma de segundo. Os atletas competem federados pela Associação...
Continuar lendo...