Projeto visa supervisionar saúde bucal nas escolas

A importância de se manter uma boa saúde bucal se faz presente desde a infância, época onde mais assimilamos novas informações e aprendizados que serão levados para toda nossa trajetória. Pensando nisso, o vereador Felipe Eilert dos Santos apresentou à Prefeitura um projeto de prevenção e conscientização sobre o tema nas escolas. O “Escovação na Escola” tem como objetivo supervisionar os cuidados dentários nas escolas.

De acordo com Eilert, a escovação é o elemento de maior importância da prevenção da saúde bucal na infância. “Enxergamos que o mais importante é que esse processo seja contínuo. Conversamos com alguns profissionais da rede pública de saúde e chegamos a conclusão que deveríamos retomar essa discussão sobre esse projeto pois é uma questão de economia para o munícipio. A prevenção irá evitar que a cárie se instale e cause tratamentos onerosos”, detalha.

O vereador diz que como a rotina das famílias está mais voltada ao trabalho, muitas vezes não existe tempo para acompanhar de perto a higiene bucal dos filhos. “Os pais dos alunos também irão assistir palestras, acompanhar de perto esse trabalho e aprender as técnicas adequadas de escovação”, explica.

A secretária de Saúde Patricia Heiderscheidt acredita que todo trabalho de prevenção é importante. “Os dentistas já vinham fazendo esse tipo de ação ao longo dos anos, mas não com tanta frequência. A partir de agora será feito um novo levantamento e um projeto piloto na Escola Municipal Paulo Schmidt, vamos gradativamente aumentar para todas as escolas”. Patricia recorda que o município promoverá a “Semana de Saúde Bucal” entre os dias 17 e 21 de junho. “Serão trabalhados todos os alunos do segundo ano e a partir daí vamos começar o projeto. A ideia é que quinzenalmente ou mensalmente os dentistas irão às escolas orientar as crianças sobre a escovação”.

A secretária finaliza dizendo que as orientações que são reafirmadas serão de melhor compreensão para os estudantes. “Quanto mais informações as crianças tiverem, mais elas se dedicarão àquilo. Quanto mais pessoas reforçarem sobre a importância da saúde bucal e quanto mais cedo esse tipo de orientação começar, mais importante será pra vida delas”, defende.

Dúvidas ou Sugestões