Vagas a deficientes deverão ter o número da GTB afixado

A Câmara Municipal aprovou, em primeira discussão e votação, o Projeto de Lei Ordinária nº 62/2018, de origem legislativa. A matéria determina a fixação do número telefônico da Guarda de Trânsito de Brusque (GTB), acompanhado do enunciado “DISQUE DENÚNCIA”, nas vagas de estacionamento destinadas a idosos e pessoas com deficiência.

Em justificava, o vereador Cleiton Bittelbrunn (PRP), autor do projeto, ressaltou a necessidade da informação, em caso de possíveis irregularidades. Com a instalação da placa, pessoas com deficiência e idosos que se sentirem prejudicados ou cerceadas do direito de ir e vir, terão facilidade em contatar o órgão responsável para que tome as devidas providências.

“Muitas operações de fiscalização de trânsito, no sentido de coibir o desrespeito, são realizadas no município de Brusque. Mesmo assim, alguns condutores não têm respeitado o espaço do outro”, descreve o parlamentar.  

As comissões de Constituição, Legislação e Redação (CCLR), de Finanças, Orçamento e Fiscalização Financeira (CFOFF) e de Serviços Públicos (CSP) emitiram pareceres favoráveis ao projeto. O texto recebeu emenda, do próprio autor, abrangendo a aplicação tanto em vagas de estacionamentos públicos, quanto em privados de uso coletivo. Desta forma, no segundo caso, a inserção das placas informativas será de responsabilidade do estabelecimento particular.

A segunda emenda, formulada pelo vereador Paulinho Sestrem (PRP), determina que o contato da GTB deverá ser fixado em placa individual, na mesma baliza – haste - em que consta a placa informativa sobre a vaga para idosos e deficientes, obedecendo a mesma dimensão e largura. Sestrem também adicionou parágrafo que propõe a obrigação dos estacionamentos que ainda não informam essas vagas, já estabelecida pelas Resoluções nº 303 e nº 304 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), em se regularizarem.

O projeto ainda deve passar por segunda discussão e votação na Câmara. Se aprovada, a matéria deve ser encaminhada à sanção do prefeito Jonas Oscar Paegle (PSB). A partir da data de publicação da lei, os referidos estabelecimentos terão o prazo de seis meses para adequação às exigências.

Dúvidas ou Sugestões

Educação de mãe reflete nas escolhas profissionais do filho

A educação de berço certamente reflete nas escolhas profissionais dos filhos. Um exemplo está na família Mara Regina Sedrez, 58, que fala com orgulho da escolha do filho, Guilherme André Sedrez, 33, que decidiu atuar como policial militar, mas explorando sua vocação para ensinar. Ele é responsável por ministrar palestras através do Proerd (Programa de Erradicação das Drogas), no 18º BPM...
Continuar lendo...

Médicos do Azambuja se manifestam sobre situação no atendimento do pronto socorro

Em carta aberta, médicos do corpo clinico do Hospital de Azambuja, se manifestaram em relação aos últimos acontecimentos envolvendo um suposto conflito do Hospital Azambuja e Secretaria de Saúde, sobre as responsabilidades no atendimento do pronto socorro do hospital.  Confira o conteúdo: "O Corpo Clínico do Hospital Arquidiocesano Cônsul Carlos Renaux (Hospital Azambuja), através de suas chefias de departamento...
Continuar lendo...

Ponto de ônibus em total precariedade na Volta Grande

Moradores do bairro Volta Grande em Brusque enviaram imagens ao jornalismo da Rádio Cidade nesta quinta-feira (04) para reforçar uma reivindicação da comunidade em relação a um ponto de ônibus. De acordo com um dos moradores Leandro Oliveira de Albuquerque muitas pessoas se utilizam diariamente daquele ponto para trabalhar, estudar, ou outra atividade. O ponto de ônibus está localizado entre a empresa Giracor e a entrada do...
Continuar lendo...