Brusque perde em Chapecó e cai para 6º lugar na classificação

O Brusque foi a Chapecó, no Oeste catarinense, precisando vencer para voltar ao G4, após a vitória do Marcílio Dias sobre o Joinville e do Criciúma sobre o Metropolitano, na abertura da 16ª rodada. Mantendo Isac no comando de ataque e insistindo em manter Hélio Paraíba no banco, o time brusquense foi a campo praticamente com a mesma escalações dos jogos anteriores, quando poderia abrir vantagem no G4. A Chape praticamente começou a partida com um time mesclado, sem escalar todos os titulares.

A Chapecoense foi tomando conta do jogo após os 18’ da primeira etapa e a supremacia em campo se transformou em gol aos 25’ do 1ºT com Amaral, escorando cobrança de escanteio, numa falha clamorosa do miolo da zaga do Brusque. O goleiro Paulo Sérgio nada pode fazer e a abertura de placar ocorreu com naturalidade, fruto da pressão do time da casa, Chapecoense 1 a 0.

O torcedor, ouvinte da Rádio Cidade, criticou o técnico Marcelo Caranhato que, mais uma vez, deixou o artilheiro do time Hélio Paraíba no banco. Enquanto isso, nos poucos momentos de lucidez do ataque brusquense, não deu em nada e a Chapecoense encaixou o jogo de forma a assegurar o domínio das ações e até os 35’ do 1ºT não correu riscos.  

Aos 41’ do 1ºT finalmente o atacante artilheiro Hélio Paraíba entrou, com a contusão de Isac. Mas o que mais chamou a atenção foram as falhas do time de Caranhato que permitiram à Chapecoense chegar mais próximo do segundo gol do que os brusquense do empate. O destaque foi o atacante Rildo, da Chapecoense, aproveitando uma avenida na defesa adversária. O primeiro tempo terminou com a vantagem mínima do time da casa.

SEGUNDA ETAPA

O segundo tempo começou sem o Brusque apresentar novidades. Apenas a postura na marcação da Chapecoense, sobre Hélio Paraíba mostrou ser mais acirrada. Valkeney saiu para a entrada de Karl. Aos 12’ do 2ºT o jogador Airton cruzou e Everton Dias bateu forte, criando bom lance de ataque. A mudança deu resultado e o Brusque passou a criar mais chances de empate. Caranhato ainda tirou Jonathan e fez entrar Maranhão, buscando desesperadamente pelo gol de empate.

Na Chapecoense ocorreram três substituições, saindo Diego Torres para a entrada de Lourency e saiu Perotti para entrar Everaldo, além de Vinicius Locatelli que entrou no lugar de Rildo. As alterações ajudaram o time da casa e após cobrança de um lateral, Vinicius Locatelli, em seu primeiro lance no jogo, marcou o segundo gol do jogo, aos 32’ do 2ºT, Chapecoense 2 a 0.

O lateral Airton foi escolhido pela Rádio Cidade como o melhor em campo no Brusque. Já o destaque da partida foi o atacante Rildo, da Chapecoense. O Brusque jogou melhor no segundo tempo, mas não foi suficiente para impedir a derrota. Com isso o Brusque despencou na classificação, saiu do G4 e agora ocupa a sexta colocação, após as vitórias do Marcílio Dias e o Criciúma.

Na próxima rodada o Brusque enfrenta o Avaí, na quarta-feira, no estádio Augusto Bauer. Já a Chapecoense enfrenta o Figueirense, no Orlando Scarpelli, que pode valer o mando de campo numa das semifinais.

Na entrevista coletiva ao repórter Dirlei Silva, o técnico Marcelo Caranhoto confirmou que o meia Vítor Júnior treinou normalmente durante a semana, estava relacionado, mas não se apresentou para a viagem, nem se justificou sobre a ausência, deixando o caso para a diretoria do Brusque FC se pronunciar.

Chapecoense 2 x 0 Brusque

Estádio Arena Condá - dia 31/03/2019

Chapecoense - João Ricardo; Bryan, Luiz Otávio, Gum e Vini Freitas; Amaral, Augusto, Diego Torres (Laurency) e Alan; Rildo (Vinicius Locatelli) e Perotti (Everaldo). Técnico: Emerson Cris

Brusque - Paulo Sérgio; Edilson, Cleitão, Neguetti e Airton; Valkenedy (Karl), Jonathan (Maranhão), Everton Dias e Clebinho; Isac (Hélio Paraíba) e Jefferson Renan. Técnico: Marcelo Caranhato.

Árbitro: Ramon Abatti Abel, auxiliado por Renato Erdmann e Elen Parolin Portal Sieglitz

Público: 4.865

Renda: R$ 67.280

 
Dúvidas ou Sugestões

Cadela Zaara e cabo Souza de Brusque auxiliam nas buscas de menina desaparecida em Imaruí

Uma menina de aproximadamente 2 anos desapareceu no início da tarde desta quarta feira (5), no município de Imaruí, Sul de Santa Catarina. As buscas acontecem durante toda tarde e noite, com sobrevoos do helicóptero Arcanjo 01, e por terra, com equipes de busca.  Neste momento o cão Bravo (cão de busca e resgate do CBMSC), realiza buscas com seu tutor, Cabo BM Romão, e as equipes envolvidas. Para reforço nesta ocorrência...
Continuar lendo...

Jovem desaparecido há 30 dias é encontrado pelos familiares

O jornalismo da Rádio Cidade recebeu a informação, na manhã desta segunda-feira (10) de que o jovem Anderson José Schovambach, 18 anos de idade, que estava desaparecido, foi encontrado. A família não informou a cidade onde ele estava. Anderson ficou mais de 30 dias desaparecido, após deixar uma clínica de recuperação em Brusque. O rapaz estava internado por três meses em uma clínica por nome TMAPP, na...
Continuar lendo...

Começa o 3º Festival de Food Truck de Guabiruba

Com os termômetros marcando 13 ºC, às 17h30 desta sexta-feira, (5), teve início o 3º Festival de Food Truck de Guabiruba, com o músico Rodrigo Kormann comandando a primeira atração musical da noite. Os 15 trucks vindos de várias cidades de Santa Catarina abriram suas portas para atender ao público que se fez presente no estacionamento da Prefeitura de Guabiruba. Hambúrgueres, petiscos, massas, cerveja artesanal, churros...
Continuar lendo...