Em Nota prefeitura contesta declarações de Zancanaro

Em relação as matérias publicadas nos meios de comunicação da região nas últimas horas, acerca de recente condenação do atual presidente da Câmara de Brusque, José Zancanaro, o governo municipal vem, por meio desta, ressaltar o seu repúdio acerca de informações inverídicas prestadas pelo ex-secretário municipal de Educação.

Zancanaro falta com a verdade quando afirma, em diversas reportagens veiculadas, que o prefeito de Brusque, Jonas Oscar Paegle, foi quem chamou a diretora de Recursos Humanos da Prefeitura, Anelise Nagel Ketser de Souza, a fim de mandar a mesma pagar o também réu condenado Adalberto Appel, ex-chefe operacional lotado na Fundação Cultural de Brusque, no período em que ele esteve ausente de seu trabalho. Tanto a informação é inverídica, que em nenhum momento, nos autos do processo, Zancanaro apresenta o tal “expediente” hipoteticamente “baixado” pelo chefe do Poder Executivo municipal.

José Zancanaro, portanto, acaba por prestar informações diferentes das esclarecidas em juízo para a mídia, o que por si só, é algo extremamente questionável.  Vale, neste momento, trazer à tona a letra da lei. Conforme o artigo 66 da Lei 147/2009 (Estatuto do Servidor Público Municipal de Brusque), quem responde pelas faltas dos servidores é o Chefe Imediato. “A remuneração do dia, se não comparecer ao serviço, salvo motivo devidamente justificado, assim reconhecido pelo superior hierárquico imediato”.

A administração municipal lamenta a postura do ex-secretário, que tenta se ausentar de responsabilidades lesando o governo.

Dúvidas ou Sugestões

Pressão política é o caminho para barragem de Botuverá, diz secretário

A obra da barragem de Botuverá vai depender, agora, de muito lobby e força política para sair do papel e iniciar de fato. Palavras do próprio secretário de estado de Defesa Civil, João Batista Cordeiro Junior. Ele participou da reunião da Associação Empresarial de Brusque (ACIBR) na noite desta segunda-feira (9). De acordo com o secretário, todo o processo que envolvia as questões ambientais já está...
Continuar lendo...

Prefeito de Florianópolis foi liberado, depois de cumprir 12 horas de prisão provisória

O prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, prestou depoimento na sede da Superintendência da Polícia Federal, em Florianópolis e foi liberado, ele que foi conduzido em prisão provisória que durou cerca de 12 horas. Em entrevista coletiva no escritório do advogado, logo depois de deixar a sede da PF, o prefeito se considera injustiçado. Disse que não tem denúncia e nem condenação contra ele. Mesmo solto,...
Continuar lendo...

IBGE oferece mais de 100 vagas para Brusque

Iniciou na quinta-feira (05) o período de inscrições para a seleção de agentes censitários, e recenseadores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para o Censo 2020. Em todo país são mais de 200 mil vagas, em Santa Catarina estão sendo oferecidas 7.675 vagas e que abrange todos os 295 municípios para um período contratual de três ou cinco meses. O coordenador da agência do IBGE...
Continuar lendo...