Dona Norma deixa a Havan e recebe homenagem especial

A manhã de sexta-feira (22) foi de emoção na sede administrativa da rede de lojas Havan, em Brusque. No local, os funcionários se reuniram para prestar homenagem a uma das mais antigas a atuar na empresa. Conforme disse na oportunidade o dono da rede, Luciano Hang, ela começou” antes mesmo da Havan”.

Maria Norma Boos Venturelli trabalha com o empresário há 35 anos. A rede de lojas possui apenas três décadas. Ela já integrava o grupo quando o empresário abriu o primeiro empreendimento, uma fábrica de tecidos. Norma coordenava um grupo de 50 costureiras.

“Enquanto que a saúde permitir, quero continuar trabalhando na Havan”, disse ela em um vídeo publicado por Hang em 2018.

E a hora de parar chegou. Problemas de saúde fizeram com que ela decidisse se retirar de cena. Na manhã de hoje, Norma relatou a paixão que sente por fazer parte da equipe da empresa e ser uma das primeiras funcionárias. Norma passou por dez cirurgias e permanecer trabalhando ficou muito difícil.

O empresário Luciano Hang destacou que as empresas devem ter preocupação com a qualidade de saúde e bem estar de seus funcionários.

“Têm empresas que acham que pessoas com 50, 60 anos já não valem mais nada. Essa empresas não tem cultura. Essas empresas não conseguem ensinar para os mais novos aquilo que foi feito no passado e que nos trouxe até o presente, frisou.

A homenagem à agora ex-funcionária dona Norma ocorreu em meio às gravações do programa Comprar é Bom, Levar é Melhor!, do apresentador Celso Portiolli.

"Dona Norma, quero dizer uma coisa: melhorou, pode voltar", brincou Hang, afirmando que na Havan os funcionários somente saem se quiserem.

Dúvidas ou Sugestões