PRF prende suspeitos de praticarem assalto na região

Policiais rodoviários federais prenderam na tarde de sábado (09), na BR 101 em Barra Velha, dois homens com um revólver calibre 38 e duas munições sem porte de arma. Ambos são suspeitos de participar de um assalto ocorrido no mês passado, em Tijucas/SC.

Eles eram ocupantes de um Peugeot/207 placas de São Francisco do Sul/SC, abordado em fiscalização de rotina. A arma foi encontrada sob o banco do condutor, com dois projéteis intactos no tambor.

O motorista já possui diversas passagens policiais por furto e tráfico de drogas. Ele e o passageiro foram encaminhados para a Delegacia de Polícia, onde responderão porte ilegal de arma de fogo de uso permitido.

Dúvidas ou Sugestões

Pediu ajuda e foi furtada dentro do carro

Uma mulher teve o aparelho celular furtado ao pedir ajuda a um estranho para parar o carro. O relato foi feito por ela à Polícia Militar. O fato aconteceu na noite de ontem, sábado (4), no Bairro Limeira Baixa. Segundo ela, o homem a ajudou, mas deixou-a no prejuízo com o aparelho. Não há detalhes de como o pedido de ajuda foi feito, se com o carro em movimento ou parado já. O Centro de Operações da Polícia Militar (Copom)...
Continuar lendo...

IPVA 2020: pagamento em cota única para placas com final 2 termina segunda-feira

Proprietários de veículos com placas que terminam em 2, que optarem por pagar o IPVA em cota única, podem pagar o imposto até a próxima segunda-feira, 2 de março. Em 2020, os catarinenses estão pagando, em média, 2,4 % a menos de IPVA do que no ano passado. O índice representa a desvalorização dos veículos em relação a 2019 de acordo com a tabela Fipe (Fundação Instituto de...
Continuar lendo...

Crise faz projeto encerrar atividades depois de 14 anos

Os efeitos do Covid 19 continuam a se apresentar na prática e bem além das questões relacionadas à saúde. No aspecto econômico, principalmente. Na sexta-feira (17), foi encerrado o projeto da Escola de Música do Centro Empresarial, Social e Cultural de Brusque (CESCB) e da Orquestra de Câmara do CESCB, depois de 14 anos de existência. Ambos os projetos eram mantidos com recursos repassados por empresas, através de entidades...
Continuar lendo...